English


Published by Mario Persona contato@mariopersona.com.br

Português  
  Problems?
So You Have Problems!
Problems? So you have problems! - Problemas? Então você tem problemas!
contato@mariopersona.com.br
Problemas?
Então Você Tem Problemas!
 
 
 
   
 
 
   
  Just think, there are about six billion people in the world in which there are all sorts of problems. If you have problems, you have a lot of company. I think there are not many people who are exempt from some sort of problem. I had a major problem over a considerable time of my life, but I found the answer. Later, I will tell you my problem and the answer I found; but first let me mention a few problems people have who are just like you and me.

Racial, National, Social & All Kind Of Problems

The Arabs and Jews have been for years, and still are, in conflict. They both want the same thing, so there is continual strife between them. There is unrest between people of color and those called white. Additionally, there are other groups of different races and religions where trouble exists. Every country seems to have internal problems that are peculiarly of their own. Fighting in Ireland, open warfare in Africa, violence and human rights violations in Asian countries all indicate the universal character of problems. No country on earth is exempt from moral, medical, financial, political and domestic problems that plague them.

The Greatest Problems

But the greatest problems in the world are personal problems. Personal problems cause all the other problems. There is a growing number of marital break ups, broken homes, and sexual problems including rape, incest, child abuse and homosexuality. Financial trouble, robberies, drug addiction, drunkenness, murder and even suicides are in evidence on every hand and are too readily accepted in this troubled world. Such problems have people bewildered and confused; they make people feel life is a total failure and cause many to wonder whether or not live is worth living. All this makes one sad, lonely and miserable. A wise man of old put it this way, "Man that is born of a woman is few of days and full of trouble." I think we have to agree with him.

Who Am I and What Was My Problem?

My name is Harold Smith; I live in Argyle, Nova Scotia, Canada. I have lived on earth more than seventy years. My problem began to surface while I was about twelve years old. It seemed there was an emptiness within me that made me very restless. I remember an occasion when my dad found me crying and asked me what was wrong. I could not tell him because I did not know myself. I was brought up in a good home and had respect for my parents; but in my heart there seemed to be something missing. Let me call it a vacuum, emptiness, a hunger, a lonely feeling. This made me think if I could only grow up and be my own boss, do my own things, it would surely bring me satisfaction.

On My Own

So at fourteen, I left school and went to work. I had my own purse and was free from parental influence; but this still did not give me the happiness I thought it would or for which I sought. After spending some time doing what everyone else was doing, I joined the army during the second World War. I begun to think my problem must be sexual. If I would get married and settle down, possibly I would be happy. I already had a girl friend, and still have after 53 years of marriage, so at nineteen years of age we were married.

I was send overseas shortly after. Though I remained faithful to my wife, I still indulged myself, within some limitations, with that which everyone was doing. When I returned to my wife and home, I spent the next several years, until I was twenty six, seeking for something to satisfy the craving, the vacuum, in my life. Outwardly, I appeared to others to be "as happy as a lark," but inwardly I was very miserable.

An Empty Life

I was happily married and we had a family; there were no serious financial problems. However, there was still a void in my life. Though I was engaged in the normal processes of life, I did not find an answer to my problem. Religion had never appealed to me, and mere "religion" still has no appeal. I was aware that many religious people I knew had my same problem.

At this time I began to think, "Where did I come from and why am I here? I have tried everything else, is it possible my problem is spiritual?" I had my own ideas about what a Christian should be. I did not want to just become religious. I had very high ideals and thought if I pursued them this would certainly make me happy. So I started a reform program, quitting all my bad habits and turning over a new leaf in my life. People who noticed me thought I was a different person. The changes were obvious to everyone. I remember one man saying to me something like this: "You must certainly be a Christian." What he did not know was it was all on the outside. An honest answer from me would have told him if I were a Christian I was the most miserable one living. What I thought would bring me purpose in life and fulfillment within my heart just was not happening.

The Root of My Problem

My life took another turn, I started reading the bible, a book I had never read but for which I had high esteem. It was while reading the Bible I learned that my problem was not being right in the sight of God. I had finally found "GUILT" was my problem. My discovery only made me more miserable, increasing my restlessness and discomfort. I began to be very serious about my sin and guilt. Because of my conscience, I knew I was not right with God, and this made me afraid. Discovering fear was my problem, I realized that it was that same fear that caused me to be crying when I was twelve. The problem having been discovered, now came the question: "What is the solution?". I tried reform, doing the best I could, and that did not give me peace or the answer for which I had been seeking so long.

The Remedy for Sin

As I continued to read the Bible, I began to realize I was a sinner. This increasing sense of guilt caused me to be more and more afraid. I had always known that Jesus Christ, the Son of God, came from heaven to die for sinners. I had no difficulty admitting I was a sinner. Though I had already believed Christ died for me, why did I still have this burden that has been my problem? The Bible is clear when it says, "Believe on the Lord Jesus Christ and thou shall be saved." (Acts 16:31). I knew I did believe, but was still miserable and surely must not be saved.

He Died For My Sins

Then I discovered that "to believe" meant to "trust with all your heart." At last I saw the real truth of salvation. I still remember back over forty-five years ago in August past, that as a poor sinner, I suddenly realized the Lord Jesus Christ died for my sins. God had said that if I would believe, trust, accept Him, I would have forgiveness of sins and eternal life. That is exactly what I did one day; I simply took my place as a miserable sinner and trusted the Lord Jesus as my Savior. I believed John 3:36, "He that believeth on the Son hath everlasting life."

I have not lived these many years completely free from difficulties; but I can honestly say, even with the usual problems of life, I have had a deep settled peace with God and the blessed assurance that my sins are all forgiven and I have eternal life.

Jesus said: "Come unto Me, all ye that labour and are heavy laden, and I will give you rest. Take My yoke upon you, and learn of Me; for I am meek and lowly in heart: and ye shall find rest unto your souls." (Matthew 11:28, 29)
  Pense no fato de que existem cerca de seis bilhões de pessoas em um mundo onde há todo tipo de problemas. Se você tem problemas, você tem muita companhia. Acredito que não existem muitas pessoas isentas de algum tipo de problema. Eu também já tive um problema sério durante boa parte de minha vida, mas encontrei a solução. Mais adiante contarei a você do meu problema e da solução que encontrei, mas primeiro deixe-me citar alguns problemas que as pessoas têm, pessoas como eu e você.

Problemas Raciais, Nacionais, Sociais e de Todo Tipo

Há anos que os Árabes e Judeus vivem em conflito. Ambos desejam a mesma coisa e há uma disputa constante entre eles. Há também problemas entre negros e brancos. Além disso, há outros grupos de diferentes raças e religiões onde existem problemas. Todo país parece ter seus problemas internos. Lutas na Irlanda, guerra declarada nos países da África, violência e violação dos direitos humanos em países da Ásia, tudo indicando o carárter universal dos problemas. Nenhum país na face da Terra está isento de problemas morais, de saúde, financeiros, políticos e outros tipos de problemas domésticos que atingem cada um deles.

Os Maiores Problemas

Todavia, os maiores problemas no mundo são pessoais. São os problemas pessoais que geram todos os outros problemas. Existe um número crescente de casamentos destruídos, lares desfeitos e problemas sexuais que incluem estupros, incestos, abuso de crianças e homossexualismo. Dificuldades financeiras, roubos, vícios por drogas, alcoolismo, crimes e até suicídios estão em evidência em todo lugar e são muito comuns neste mundo atribulado. Problemas assim deixam as pessoas desnorteadas e confusas; fazem com que as pessoas sintam que a vida é um completo fracasso e levam muitos a pensar se vale a pena ou não viver. Tudo isso faz com que você se sinta triste, só e infeliz. Um sábio da antiguidade se expressou assim: "O homem, nascido da mulher, é de bem poucos dias e cheio de inquietação". Creio que temos que concordar com ele.

Quem Sou Eu e Qual Era o Meu Problema?

Meu nome é Harold Smith; moro em Argyle, Nova Escócia, Canadá. Já vivi neste mundo por mais de setenta anos. Meu problema parece ter surgido quando eu tinha uns doze anos de idade. Parecia haver dentro de mim um vazio que me deixava inquieto. Recordo-me de um dia em que meu pai me encontrou chorando e perguntou o que havia de errado comigo. Eu não podia dizer pois nem mesmo eu sabia. Fui criado em um bom lar e respeitava meus pais; mas parecia haver algo faltando dentro de mim. Digamos assim, havia um vácuo, uma fome, um sentimento de solidão. Achava que quando crescesse e pudesse ser dono de minha vida e fazer as coisas que quisesse isso acabaria me trazendo satisfação.

Por Minha Conta

Sendo assim, aos quatorze anos abandonei a escola e fui trabalhar. Tinha meu próprio dinheiro e estava livre da influência de meus pais, mas isso não me deu a alegria que pensei que daria, ao menos aquela que eu buscava. Depois de passar algum tempo fazendo o que todo mundo fazia, acabei me alistando no exército durante a Segunda Guerra Mundial. Então comecei a pensar que meu problema podia ser na área sexual. Se pudesse me casar e sossegar, talvez fosse feliz. Eu já tinha uma namorada, a mesma que tenho após 53 anos de casado, então nos casamos quando eu tinha dezenove anos de idade.

Precisei servir em outros países. Apesar de permanecer fiel à minha esposa, divertia-me com meus amigos, embora com certas limitações, fazendo o que todo mundo fazia. Quando voltei para meu lar e para minha esposa, passei os anos seguintes, até chegar aos vinte e seis anos de idade, procurando por algo para satisfazer meus anseios, preencher o vazio em minha vida. Por fora eu parecia ser um rapaz muito feliz, mas por dentro eu vivia uma vida miserável.

Uma Vida Vazia

Era feliz no casamento, tínhamos filhos e nenhum problema financeiro mais sério. Todavia existia um vazio em minha vida. Embora levasse uma vida normal, não encontrava uma resposta para meu problema. A religião nunca me atraíra, e a mera "religião" ainda não me atrai. Eu conhecia muitas pessoas que eram religiosas e tinham os mesmos problemas que eu.

Então comecei a pensar: "De onde vim e por quê estou aqui? Já tentei de tudo, será que meu problema é espiritual?". Eu tinha minhas próprias idéias sobre o que era ser cristão. Não queria apenas me tornar religioso. Tinha ideais elevados e achava que se os conquistasse com certeza eu seria bem feliz. Então comecei um programa de reforma pessoal, abandonando todos os meus maus hábitos e virei uma nova página em minha vida. As pessoas começaram a notar que eu era uma pessoa diferente. A mudança era evidente a todos. Posso me recordar de um homem que me disse algo assim: "Você deve ser um cristão de verdade". O que ele não sabia era que aquilo tudo era exterior. Eu poderia ter dito a ele que, se eu era um cristão, certamente era o mais infeliz de todos. Aquilo que eu esperava que me trouxesse uma razão de viver e satisfação pessoal simplesmente não estava funcionando.

A Raiz do Meu Problema

Comecei então a ler a Bíblia, um livro que nunca havia lido, mas pelo qual tinha grande consideração. Foi enquanto lia a Bíblia que descobri que meu problema residia no fato de eu não estar bem aos olhos de Deus. Finalmente eu tinha encontrado qual era o meu problema: "CULPA". Minha descoberta me deixou ainda mais infeliz, aumentando meu desconforto e inquietação. Passei a ficar mais preocupado por causa de meu pecado e culpa. Por causa de minha consciência, eu sabia que não estava de bem com Deus e aquilo me metia medo. Ao descobrir que meu problema era medo, percebi que era o mesmo medo que tinha quando estava com doze anos de idade. Havendo descoberto meu problema, surgia agora a questão: "Qual seria a solução?" Eu havia tentado me reformar, fazendo o melhor que podia, e ainda assim não encontrara a paz ou a resposta para aquilo que há tanto tempo procurava.

O Remédio para o Pecado

Ao longo de minha leitura da Bíblia entendi que eu era um pecador. Esse crescente sentimento de culpa fez com que eu ficasse com um medo cada vez maior. Eu sempre soube que Jesus Cristo, o Filho de Deus, desceu do céu para morrer por pecadores. Eu não tinha nenhuma dificuldade em admitir que era um pecador. Se eu já cria que Cristo tinha morrido por mim, então por que razão ainda sentia sobre mim aquele fardo que era a razão de meu problema? A Bíblia é clara quando diz: "Crê no Senhor Jesus Cristo, e serás salvo" (Atos 16:31). Eu sabia que acreditava, mas continuava me sentindo miserável e certamente não estava salvo.

Ele Morreu Por Meus Pecados

Então descobri que "crer" significava "confiar de todo o coração". Finalmente enxerguei a verdade da salvação. Ainda me lembro daquele dia em Agosto, há quarenta e cinco anos, quando, como um pobre pecador, entendi de repente que o Senhor Jesus Cristo havia morrido por meus pecados. Deus dizia que seu eu cresse, confiasse, aceitasse a Ele, eu teria o perdão dos pecados e a vida eterna. Foi exatamente o que eu fiz um dia, simplesmente assumindo meu lugar como um pecador infeliz e confiando no Senhor Jesus como meu Salvador. Cri no que estava escrito em João 3:36: "Aquele que crê no Filho tem a vida eterna".

Nos muitos anos que já vivi desde então, não vivi uma vida livre de problemas, mas posso dizer com toda a honestidade que mesmo com problemas tenho tido uma paz firme com Deus e a bendita certeza de que meus pecados foram todos perdoados e que tenho a vida eterna.

Jesus disse: "Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que Sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas" (Mateus 11:28,29).
 
 
 
 
 
Dear reader,

This is just another way to tell you that Jesus came to this world to save you. Because He loves you. Just
click here to know how much. Now, what will YOU do about this? Want an idea? Click here.

Before you ask, this is a personal site. It is not related to, nor owned by, any religious group, church, denomination or organization. I am not a pastor, priest or anything like that. I am a person just like you. Because I was a lost sinner and the Lord Jesus found me and saved me, this is the way I found to tell everybody else about Him. Do you want to know how I was saved?
Click here.

Oh, yes, you would like to know if I attend to any kind of church or Christian meetings, right? Ok,
click here to learn how I believe Christians should gather together. This is the way I and others are gathered, in the name of Jesus alone.

Do you have any question or comments?
Click here to send me an email. If you want to know more about the story of this site, click here. If you want to learn more about the Bible, visit Chapter-a-Day and read a daily message. To send this page's address to a friend, use the form below. I am happy you are here.

contato@mariopersona.com.br

Dúvidas sobre a Bíblia? Leia o blog "O que respondi".

 
Prezado leitor,

Esta é apenas uma outra maneira de contar a você que Jesus veio a este mundo para salvar você. Porque Ele ama você.
Clique aqui para saber o quanto. Então, o que VOCÊ fará a respeito? Quer uma idéia? Clique aqui.

Antes que pergunte, este é um site pessoal. Não está ligado, nem pertence, a qualquer grupo religioso, igreja, denominação ou organização. Não sou pastor, padre ou qualquer coisa do gênero. Sou uma pessoa comum como você. Por ter sido um pecador perdido e ter sido encontrado e salvo pelo Senhor Jesus, esta foi a maneira que encontrei de falar dEle a todo mundo. Quer saber como fui salvo?
Clique aqui.

Ah, sim, você deve estar querendo saber se pertenço a algum tipo de igreja ou reunião Cristã, não é mesmo? Então
clique aqui para entender como creio que os Cristãos deveriam se reunir. Esta é a maneira como eu e outros estamos reunidos, ao nome de Jesus somente.

Você tem dúvidas ou comentários?
Clique aqui para enviar-me um e-mail. Se quiser saber mais sobre a história deste site, clique aqui. Se quiser aprender mais sobre a Bíblia, visite Chapter-a-Day e leia uma mensagem diária. Para enviar o endereço desta página a um amigo, use o formulário abaixo. Estou contente que esteja aqui.

Mario Persona
contato@mariopersona.com.br

Dúvidas sobre a Bíblia? Leia o blog "O que respondi".

 
 
 
  Love!
Come, He Loves You - Amor! Venha, Ele Ama Você  
 
 
   
 
 
      Dúvidas sobre a Bíblia? Leia o blog "O que respondi".