Contents

[ ]

Índice

 

#199

Na consciência de nossa fraqueza e fracasso, sentimos a necessidade de um sentimento novo da glória, amor, riquezas e poder do Senhor diante de nós; e, com isto, desejamos sguir, contando com Ele para nos ajudar nos dias escuros.

NÚMEROS 1, Vers. 1-16

Hoje começamos nosso quarto livro do Antigo Testamento, (e outro passo como crentes). Gênesis e Romanos foram os começos; Êxodo e Atos a saída (redenção). Levítico e Hebreus, adoração. Agora Números. Do nosso lado... tribulações, provas, dificuldades. Israel estava em um deserto, nós estamos em um mundo que é contrário a Deus, e não podemos encontrar coisa alguma aqui que satisfaça a vida que agora temos. Do lado de Deus... Sua infinita paciência com o Israel que reclamava... e conosco crentes que reclamamos com frequência de nossas circunstâncias. Certo? Se eles tivessem crido e confiado em Deus, onze dias teriam sido suficientes para levá-los à terra - Dt 1:2. 1 Co 10:1-12 mostra um pouco dos sérios eventos que aconteceram a Israel durante sua jornada.

Nm 1:1 O Senhor fala a Moisés "no deserto". Eles, em tipo, eram redimidos pelo sangue de cordeiros; nós, em realidade, pelo sangue de Cristo.

Nm 1:5-16 Cada tribo é nomeada separadamente e é dado o capitão de cada tribo.

#200

Por natureza o crente está morto EM pecado, pela graça ele está morto PARA o pecado.

NÚMEROS 1, Vers. 17-fim

Nm 1:17-46 Mas agora todo homem de cada tribo é cuidadosamente questionado quanto aos ancestrais de sua família. Esperamos que você seja capaz de dizer "Pertenço à família de Deus". Somos introduzidos em uma nova família, e nos alegramos de ler que somos agora "da família de Deus". Ef 2:19 (nossa própria jornada no "deserto" começa quando nascemos de novo). Doze tribos foram examinadas. Nesta lista são incluídos os dois filhos de José.

Nm 1:47-54 Uma tribo foi contada separadamente. Os Levitas tinham o cuidado do tabernáculo. Eles o desmontavam, montavam, e o guardavam armando suas tendas ao redor dele. Quantos detalhes e que cuidado! Assim podemos dizer que aquele povo era formado por guerreiros... adoradores... trabalhadores. Assim somos nós.

#201

Se o principal objetivo de Cristo ao vir ao mundo foi glorificar a Deus, e assim foi (João 17:4), então meu principal objetivo na vida deve ser também glorificar a Deus.

NÚMEROS 2

A palavra "estandarte" (ou bandeira) é mencionada com freqüência. Todo homem em Israel não deve apenas conhecer sua família, mas deve também reconhecer onde aquele determinado estandarte era levantado. Que confusão teria sido se cada homem decidisse por si próprio onde iria armar sua própria tenda.

Nm 2:17 O tabernáculo do Senhor estava bem no centro de todo o grande arraial. Os Levitas estavam ao redor dele. Que felicidade seria se nós que somos crentes nos lembrássemos disso. Ao nosso redor vemos aqueles que levantaram seus próprios estandartes. Eles usam um nome. Eles vão "à igreja de sua escolha". Mas o que promete a Palavra de Deus? "Onde estiverem dois ou três reunidos em Meu nome, aí estou Eu no meio deles". Mt 18:20. Vamos nos reunir em torno do estandarte que Deus proveu, a pessoa do próprio Filho de Deus e Seu nome digno. Assim era no princípio do Cristianismo - Atos 2:42.

#202

Dou boas vindas à verdade de que o ESPÍRITO dá VIDA, mas custo a aprender que o ESPÍRITO é PODER. Ef 3:20

O arraial de Israel está organizado, e Deus está para indicar determinadas famílias para um determinado trabalho. Mas primeiro é contada uma triste história. (E não é sem razão de ser).

Nm 3:4 O sacerdote devia tomar fogo do altar e acrescentar incenso para apresentá-lo ao Senhor - Lv 16:12-13. Nadabe e Abiú foram ao lugar certo, e eram filhos de Aarão o sacerdote, mas tomaram o fogo de um lugar diferente do altar, e Deus os matou por meio de fogo (Lv 10:1-2). Isto nos ajudaria a lembrar que Deus não Se agrada de qualquer pretensão de adoração que não tenha início na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo e no sangue que Ele derramou ali.

Nm 3:12-13 Quando Deus matou os primogênitos do Egito, Ele queria que todos os primogênitos (homens - Ex 13:12) de todas as tribos de Israel fossem Seus. Aqui Ele diz que tomará a tribo de Levi ao invés daqueles primogênitos. Todos os Levitas pertenciam especialmente ao Senhor, e eram privilegiados e responsáveis por servi-Lo.

Nm 3:17 A tribo de Levi, revestida de especial honra, é agora dividida em três famílias, Gerson, Coate e Merari. Cada uma dessas famílias tem seu próprio serviço, especialmente escolhido pelo Senhor. Temos nestes primeiros capítulos de Números "guerreiros (soldados), adoradores e obreiros". Vimos (1) uma nação de guerreiros, reunidos ao redor de seus estandartes; vestidos com toda a armadura de Deus e prontos a lutar pela verdade; (2) uma tribo de obreiros - a tribo de Levi; e agora (3) uma família de adoradores - a família de Aarão. Certamente deveríamos nos deliciar em adorá-Lo exatamente da maneira que Ele nos disse para fazer e deveríamos servir com alegria o Senhor em tudo o que Ele possa nos guiar.

#203

Nossa salvação não é por obras mas uma salvação que opera se não for impedida pela vontade própria.

NÚMEROS 3, Vers. 27-51

Nm 3:25, 31, 36, 37 Veja como o Senhor escolheu algo especial para cada família fazer. Podemos pensar que se trate de uma honra muito maior levar a arca, do que levar as estacas - mas seja o que for que o Senhor escolhesse para cada um fazer, aquilo era um privilégio especial. Conforme 1 Pd, cap. 2, todos os crentes são sacerdotes e é nosso privilégio adorarmos e servirmos, mas tudo deve ser feito em conformidade com o modo como o próprio Senhor nos guia. Os sacerdotes eram todos iguais, e faziam a mesma obra, mas isso não acontecia com os Levitas, onde cada um tinha uma obra individual a fazer - 4:19.

Vamos organizar nossos pensamentos a respeito desses arranjos enquanto o arraial estava acampado. O tabernáculo ficava no centro. Três tribos do povo estavam em cada um dos quatro lados. Mas então havia um grande espaço vazio entre o Tabernáculo e o povo. Nos lados Oeste, Sul e Norte, nesse espaço vazio estavam os Levitas, para o serviço, armando o Tabernáculo, guardando-o e desmontando-o. Ao Leste estavam os sacerdotes. Todos os quatro grupos eram da família de Levi.

Nm 3:23-26 A família Levita de Gérson, levou as coisas mais leves do Tabernáculo através do deserto por 38 anos.

Nm 3:27-32 A família Levita de Coate tinha o maior privilégio - levavam os utensílios santos do Tabernáculo.

Nm 3:33-37 A família de Merari levava todas as coisas pesadas.

Nm 3:38-39 Os sacerdotes e Moisés viviam no lado Leste. Eles não carregavam nada. Seu trabalho começava apenas quando o arraial parava. Os sacerdotes eram designados para a adoração a Deus.

Nm 3:40-51. Interessante. Ao invés de cada primogênito de todo o arraial ser dedicado a Deus (Êx 13:13), os Levitas como um grupo foram dedicados a Deus como representando os primogênitos.

(Na nova criação, Cristo é apresentado como sendo o "primogênito de toda a criação". Cl 1:15. Ele é também as "primícias" da grande seara de Deus (1 Co 15:20-23). Portanto isso implica que há mais fruto por vir. Os crentes são este fruto. Assim, estando em Cristo, os crentes são resultados do Primogênito - Cl 1:15). Veja o capítulo 7:6-9 para entender o que Deus provia para os Levitas conforme o peso de suas cargas. Lembre-se disso quando você achar que tem uma carga pesada!).

#204

A lei de Deus é a regra da consciência.

NÚMEROS 4

Vemos com que cuidado o Senhor guardava as coisas santas do tabernáculo. Antes dos Coatitas saírem a carregar suas partes, Aarão e seus filhos deviam entrar e cobrir a mobília santa. Estes itens eram cobertos enquanto eram levados através do deserto.

Nm 4:15-20 O privilégio e serviço dos Coatitas. Vers. 24:29 - o serviço dos Gersonitas. Vers. 31-33 - o serviço dos Meratitas. Os melhores anos de suas vidas eram destinados ao serviço do Senhor e Seu tabernáculo. Dos 30 aos 50 anos de idade! Com freqüência esses anos são os que usamos para tentar conseguir sucesso e bens aqui neste mundo.

Nm 4:49 "Cada qual segundo o seu ministério, e segundo o seu cargo" Nada era deixado para eles escolherem - tudo era ordenado por Deus. E cada um de nós pode pedir ao Senhor que também nos mostre o serviço e a carga que tem para que nós aceitemos em nossa jornada para nosso lar celestial.

#205

Ele está nas alturas por mim... estou eu aqui em baixo por Ele?

NÚMEROS 5

Nm 5:2-3 Havia certas coisas que podiam tornar o arraial impuro, e elas deviam ser "lançadas fora" - porque o próprio Senhor estava ali. (Isto é algo importante para lembrarmos se queremos honrar o nome de nosso Senhor Jesus. Somos responsáveis em cuidar para que as coisas que contaminam, sejam elas morais ou doutrinárias, sejam "lançadas fora" - pois o Senhor está ali, Gl 5:9 e 1 Co 5:6).

Nm 5:6 O Senhor agora faz Seu povo lembrar que cada um devia permanecer individualmente alerta, que a consciência deles era impura (Quando alguém age ou fala de modo errado contra outro, não é suficiente apenas dizer ao Senhor que pecamos - temos que ir ao que fizemos mal e acertar as coisas com ele também).

Nm 5:12-31 Encontramos com freqüência na Bíblia a figura do marido e da esposa, o que nos lembra do Amor e relacionamento do Senhor para com o Seu povo de Israel, ou para com Sua Noiva celestial (a igreja). Que coisa triste e terrível quando o povo do Senhor se desvia dEle e faz amigos dentre aqueles que são realmente inimigos de nosso Senhor. Nesta prova, a água é usada para nos lembrar das Palavra de Deus, e o "pó" é usado para nos lembrar da morte, ou do juízo-próprio. Deixemos que a Palavra de Deus nos perscrute completamente. Repare que foi Deus quem tomou a decisão.

#206

Deus nunca me priva de coisa alguma, senão daquelas que eu alegremente deixaria se cresse nEle.

NÚMEROS 6

Era o privilégio de qualquer homem ou mulher de Israel separar-se a si próprio de uma maneira especial para o Senhor. Quando assim procedia, a pessoa era chamada de "Nazireu". (Não Nazareno, que era uma pessoa que vivia em Nazaré). Um homem que desejasse desfrutar dessa posição deveria (1) não beber vinho, (2) deixar seu cabelo crescer, e (3) não tocar um corpo morto. (São lições para nós). O vinho no Antigo Testamento é uma figura da alegria terrena. Durante o tempo que uma pessoa era um Nazireu, ele não deveria beber vinho. O crente é uma pessoa que está sempre separada, para Cristo, da excitação deste mundo. Algo pode não ser considerado "pecaminoso", mas poderia nos impedir de verdadeiramente desfrutarmos do Senhor. Deixar seu cabelo crescer significaria desistir de qualquer direito à sua própria dignidade ou reputação. Pois a Bíblia nos diz que é uma vergonha para o homem ter cabelo comprido - 1 Co 11:14. Era uma vergonha para um homem ser um Nazireu. Tocar um corpo morto o tornaria impuro. Acaso não estamos cercados por aqueles que estão mortos em transgressões e pecados? O próprio Senhor Jesus foi o verdadeiro e perfeito Nazireu. Ele Se fez de nenhuma reputação e Se conservou incontaminado deste mundo.

Nm 6:13-20 No final do tempo do voto de um Nazireu, ele deve trazer ofertas queimadas, sacrifícios pelo pecado, sacrifícios pacíficos, ofertas de carne e de bebida! Ele deve rapar o cabelo "e depois o nazireu poderá beber vinho." Vai chegar o tempo quando nosso Senhor Jesus Cristo, Aquele em Quem se cumpriram todas as ofertas, receberá aquele lugar digno de honra, dignidade e gozo nesta terra. Reinaremos com Ele sobre este mundo - Ap 5:10.

#207

Demonstro meu amor por Cristo pelo tanto que obedeço Sua Palavra. João 14:23.

NÚMEROS 7

Os presentes dados ao Senhor pelos príncipes em Israel.

Nm 7:1-9 Bois e carros foram dados aos Gersonitas e Meraritas, pois eles tinham cargas pesadas para carregar; cap. 3, mas nada foi dado aos Coatitas, pois eles carregavam a santa mobília sobre seus ombros. Isto que representa particularmente a Pessoa do Senhor Jesus Cristo deve ser levado da maneira mais pessoal e exaltada.

Repare que apesar de cada príncipe ter oferecido exatamente o mesmo, ainda assim cada um ofereceu em um dia especial, e cada príncipe e sua oferta é relacionada de modo especial em todos os detalhes. Isto nos faz lembrar de que Deus nunca Se cansa de escutar nosso louvor.

Por que iria Deus ocupar 80 versículos para nos dizer isto? Não teria sido porque o louvor pertence a Deus e ao Senhor Jesus Cristo?

#208

Nenhuma comunhão haverá com os santos se não houver comunhão com Deus.

NÚMEROS 8

Nm 8:1-4 O candelabro dava a única luz no tabernáculo. Era a primeira sala - "o santo lugar". Deus é luz (1 Jo 1:5), Jesus era a luz do mundo (Jo 9:5) e o Espírito Santo é o azeite (o poder) que capacita a luz a brilhar. Sete lâmpadas nos falam que era algo perfeito. Vemos nisto que a luz de nossa vida, o que dizemos e fazemos, é para a glória do Senhor somente. Leia Mt 5:14-16. Que responsabilidade temos!

Nm 8:6-22 Os Levitas precisam ser preparados para o serviço do Senhor. Só água, e não sangue, é usada. Veja Jo 13:6-10. A água é como a Palavra de Deus. Os crentes precisam da Palavra para se manterem limpos. Ef 5:25. Lembre-se de que os sacerdotes eram para a adoração a Deus, mas os Levitas (neste capítulo) eram para o serviço. O vers. 19 nos diz que os Levitas vinham depois dos sacerdotes. Nós crentes somos ambas as coisas, mas a adoração deve tomar o primeiro lugar. Leia estes versículos bem devagar.

Nm 8:23-26 Os anos maduros e produtivos de suas vidas deviam ser devotados ao serviço do Senhor. Após 50 anos de idade, eles deviam entrar no tabernáculo, mas não deviam fazer qualquer obra ou serviço.

#209

O novo homem, nascido de Deus, é, em sua natureza, o reflexo inteligente da natureza de Deus.

NÚMEROS 9

Nm 9:3 A importância da data para guardar a Páscoa (veja Êx 12:2-3).

Nm 9:6-8 Havia alguns que não estavam limpos. Eles confessaram abertamente e perguntaram a Moisés o que deviam fazer. Moisés pergunta ao Senhor. E é isto o que devemos fazer. Voltemo-nos para a Palavra de Deus em busca de respostas.

Nm 9:11-12 Quão maravilhosa é a graça de Deus. Ele permite que haja tempo para que o impuro seja limpo, e deste modo o homem guardou a Páscoa no segundo mês. Os detalhes de como estou deve ser guardada.

Nm 9:13 Um Israelita que fosse descuidado e não se importasse em guardar a Páscoa devia ser cortado do povo. O Senhor pediu-nos que correspondêssemos ao Seu amor recordando-O em Sua morte. Isto não significa que um crente possa vir a perder sua salvação se for descuidado, mas ele perderá seu discernimento e paz.

Nm 9:15-16 A nuvem era visível a todos, de dia e de noite.

Nm 9:18-23 Os filhos de Israel descansavam ou viajavam somente ao comando do Senhor. Que lição para nós! Hoje, a presença do Senhor é vista apenas pela fé, mas Ele está presente em cada crente. Ele é capaz de nos guiar e nos dirigir em nossa jornada a cada dia em direção ao nosso Lar. A fim de saber quando parar e quando andar, um Israelita tinha que manter seus olhos na nuvem. É igualmente importante para nós olharmos para o Senhor.

#210

Somos grandemente beneficiados por parte daqueles que construíram muros em torno da verdade... como NEEMIAS fez.

NÚMEROS 10

As duas trombetas eram para serem feitas de uma só peça de prata, recordando-nos do Antigo e Novo Testamentos - ambos os quais são na verdade um só - a Palavra de Deus. A redenção é representada para nós na prata.

Nm 10:2 Para o chamado da assembléia.

Nm 10:4-10 Um alarme para o tempo de guerra, e até nos dias de alegria em seus dias solenes. A Palavra de Deus é para todo propósito... ela pode e deve fazer parte daquele gozo, tanto quanto para proteção e conforto.

Nm 10:11-12 A perfeita ordem do arraial quando começa a se mover adiante.

Nm 10:29 Moisés cometeu um erro aqui, e se volta para um parente que estava familiarizado com o deserto, e pede a ele que os guie para lhes servir de olhos (vers. 31). Às vezes somos guiados por parentes aos invés da Palavra e do Espírito Santo.

Nm 10:33-34 O Senhor é zeloso, pois conhece que a direção vinda de qualquer outro lugar nos levará a caminhos errados. Portanto Ele instrui para que tirem a arca do centro do arraial e a coloquem na frente para guiar. Repare o que Ele buscava para eles. Você está encontrando descanso para sua alma?

#211

Nunca obtenho a chave para qualquer dificuldade espiritual sem Cristo.

NÚMEROS 11

Nm 11:1-3 Depois de tudo isto eles começam a reclamar. O Senhor ouviu e enviou fogo entre eles, mas outra vez em Sua misericórdia, o fogo foi apagado quando o povo clamou a Moisés.

Nm 11:4-9 Deus proveu a eles o alimento diário vindo do céu, chamado maná... suficiente para todos. Mas eles ficaram cansados da comida de Deus e clamaram outra vez pela comida que antes comiam no Egito! Todos estes seis alimentos nascem próximos da terra ou vêm do mar. E acaso não é verdade que depois de termos comido cebolas e alhos, outros ao nosso redor podem dizer o que estivemos comendo? E assim é se nos alimentamos daquilo que este pobre e culpado mundo tem para oferecer, sua TV, sua música de rock, o sabor disso ficará em nós, e outros logo saberão onde estivemos nos alimentando.

Nm 11:11-15 Moisés reclama ao Senhor e usa as palavras "eu" e "mim" vez após outra. O Senhor fez conforme a palavra de Moisés, e tirou um pouco do espírito que estava com Moisés, e o dividiu entre setenta homens escolhidos.

Nm 11:24-30 Os homens sobre os quais este espírito foi concedido, permaneceram fora do arraial, mas dois deles ficaram dentro, e profetizaram ali. Eles deviam ter saído, como Moisés e os outros fizeram, e um jovem reparou nisso e perguntou a Moisés se deviam ser mandados calar. Moisés os deixou onde estavam. Não é verdade que hoje há muitos que estão pregando o Evangelho mas estão recusando o lugar da escolha de Deus, que é estar reunido ao nome do Senhor Jesus "fora do arraial"?

#212

Não é para nos regozijarmos tanto nos livramentos quando chegam, como nAquele que nos livra.

NÚMEROS 12

Uma figura do Senhor Jesus, tomando para Si mesmo uma noiva de entre os Gentios. Vemos esta ira claramente no livro de Atos, onde os Judeus ficavam muito irados todas as vezes que o evangelho era pregado aos gentios.

Nm 12:3 Moisés era um homem fraco, e mesmo quando criticado, não se defendia, mas deixava tudo com o Senhor, e o Senhor cuidava do problema.

Nm 12:4-10 O Senhor responde e age prontamente.

Nm 12:11-15 Moisés pede perdão por Miriam. O Senhor ouve, mas há uma pena.

#213

Não há ninguém tão consciente do pecado que habita em si quanto aquele que anda na luz.

NÚMEROS 13

Nm 13:1-2 Em Dt 1, vers. 21 e 22, vemos que este desejo de investigar a terra começou com os filhos de Israel. Deus os havia trazido do Egito e prometeu introduzi-los na boa terra, e disse a eles como ela seria. Por que então precisariam de espias? Incredulidade!

Nm 13:23-27 Eles logo descobriram que a terra era exatamente como Deus lhes havia falado. Era uma terra de onde manava leite e mel, e trouxeram com eles alguns dos frutos da terra. As pessoas ouviram o testemunho e viram o fruto, a evidência, todavia ainda assim não creram.

Nm 13:31 Eles dizem ao povo "Não poderemos". Seus olhos estavam desviados do Senhor, e sentiam-se como gafanhotos diante de gigantes.

Nm 13:30 Mas um homem chamado Calebe diz, "seguramente prevaleceremos". Calebe tinha seus olhos no Senhor. Há muitos inimigos que iriam tentar nos impedir hoje de desfrutarmos, agora mesmo, nossos maravilhosos privilégios e bênçãos como povo celestial. Somos abençoados "com todas as bênçãos espirituais nos lugares celestiais em Cristo". Ef 1:3. Não obtemos nossas bênçãos pela obediência à Palavra de Deus, mas desfrutamos delas pela obediência.

#214

O Senhor a me segurar é o que me garante segurança eterna... eu segurar no Senhor é essencial para uma vida de comunhão.

NÚMEROS 14

Nm 14:1-5 É difícil entender tamanha incredulidade e rebelião (a menos que olhemos para nós mesmos!). Aqui eles se encontram bem na divisa da terra que Deus lhes havia prometido, e falam de escolher um capitão e voltarem para o Egito!

Nm 14:6-10 Estes dois homens tomam a palavra e confiam em Deus, e por causa disto são ameaçados de morte! (Também vivemos em uma época quando há muitos crentes que rejeitam a verdade de que Cristo é tudo, e preferem seguir adiante de modo mundano. Não sejamos assim.)

Nm 14:11-20 Deus diz a Moisés que irá punir aqueles que não creram que Deus era capaz de introduzi-los na terra da promessa.

Nm 14:34 Apesar de Deus os ter perdoado naquela vez, Ele lhes disse que iriam vagar durante 40 anos naquele mesmo deserto, até que todos os que tinham mais de 20 anos de idade estivessem mortos. Somente seus filhos, Calebe e Josué poderiam entrar na terra.

Nm 14:37 Deus não deixa nada passar despercebido.

Nm 14:40-45 Quando o Senhor disse a eles que entrassem - eles se recusaram. Agora que Ele diz que devem vagar por 40 anos, eles dizem, "Não, entraremos na terra". São derrotados em sua primeira luta contra o inimigo, pois o Senhor não estava com eles; sem Deus age a vontade própria. Devemos ver isto com mais clareza no próximo capítulo.

#215

Sempre posso encontrar o suficiente para quaisquer tribulações que Deus possa permitir, se tão somente olhar para Cristo.

NÚMEROS 15

Nm 15:1-2 Depois de toda a incredulidade do último capítulo, o Senhor diz, "Quando entrardes na terra da vossa habitação, que eu vos hei de dar". Não é maravilhoso? Sua graça e fidelidade será a causa do assentamento de Israel na terra. Desobediência, da parte deles, graça da parte de Deus! Nunca se esqueça disso.

Nm 15:3-13 Deus olha com gozo para o tempo quando Seu amado povo estará na terra; eles levarão alegremente suas oferendas e sacrifícios a Ele.

Nm 15:14-16 O Senhor pensa naqueles que não fazem parte de Seu povo terreno Israel, e quer abençoá-los também. Nós Gentios éramos estrangeiros e desarraigados, mas fomos introduzidos na mais maravilhosa bênção por meio da obra de Cristo por nós. A igreja de Deus é formada de Judeus e Gentios - Ef 2:13-18. E deverá compartilhar as glórias com Cristo no céu para sempre.

Nm 15:22-31 É feita provisão para nossos pecados de ignorância e, a horrível sentença de morte para aquele que pecou deliberadamente. Ser ignorante da verdade é uma coisa. Mas desobedecê-la deliberadamente, é outra.

Nm 15:37-41 Azul é a cor que nos lembra do céu. Nosso "andar" diário deveria mostrar aos outros que pertencemos ao céu e que queremos agradar ao Senhor.

#216

A mesma Palavra que nos diz que não temos pecado em nós, nos diz claramente que temos pecado em nós.

NÚMEROS 16

Esta horrível história é mencionada em Judas, vers. 11, como a "rebelião de Coré". Sem dúvida havia inveja no coração deste homem. Ele vê defeito em Moisés e Aarão que tinham um serviço mais proeminente. Que coisa terrível é a inveja aos olhos de Deus! Deus escolheu cada homem para sua obra; Coré estava na verdade se rebelando contra Deus.

Nm 16:4 Algo bom de se fazer. O próprio Senhor é nosso Grande Sumo Sacerdote; não temos direito de escolha. Sujeitemo-nos a nosso Senhor Jesus Cristo.

Nm 16:12 Dois outros que tomaram parte nessa rebelião.

Nm 16:16-35 Datã e Abirão e todos os que estão com eles são literalmente "engolidos" pela terra, e Coré e os 250 que estavam com ele são queimados. Deus não será zombado ou desafiado, e embora Ele seja longânimo e misericordioso hoje, Ele trará um terrível juízo sobre aqueles que se rebelam contra o Senhor Jesus. Lembremo-nos dos versículo 21, e estejamos separados daqueles (às vezes até crentes) que se recusam a aceitar a autoridade do Senhor.

Nm 16:41-45 Este espírito de rebelião estava em "toda a congregação".

Nm 16:48 Aarão o sacerdote permanece entre os vivos e os mortos, e a praga é interrompida. Se não fosse por nosso Sumo Sacerdote, de Quem Aarão é uma figura, jamais chegaríamos ao céu. Mas Ele é fiel e Ele que fez a expiação vive agora para nós.

#217

Nos últimos dias a prova do verdadeiro amor a Cristo é manter a manutenção da Sua verdade.

NÚMEROS 17

O Senhor irá agir publicamente.

Nm 17:1-9 Doze varas eram para ser tomadas e colocadas diante da arca, o próprio lugar da habitação de Deus. O nome de cada tribo estava escrito sobre cada vara individual.

Nm 17:8 Que milagre! A vara de Aarão, o Sumo Sacerdote, produz brotos, flores e amêndoas, tudo em uma só noite! Isto é uma figura da vida e ressurreição a partir da morte! E Aquele que é nosso Sumo Sacerdote, Aquele que está lá nas alturas na presença de Deus por nós, agora vive de entre os mortos, capaz e ansioso por nos guiar e nos guardar em nosso caminho para o lar. Não nos esqueçamos da presente obra de nosso Senhor no céu (Rm 5:10); sem isso não sobreviveríamos.

Nm 17:12-13 Que profunda incredulidade, mesmo depois deste maravilhoso milagre. O capítulo termina com uma pergunta. No capítulo de amanhã vem a resposta.

#218

O quer que enfraqueça a união a Cristo destrói o poder.

NÚMEROS 18

Nm 18:1-5 Que resposta maravilhosa! O Senhor não pode abaixar o padrão de Sua santidade, mas aqui Ele faz completa provisão " para que não haja outra vez furor sobre os filhos de Israel". A tribo de Levi precisava ser "juntada" a Aarão. Eles eram privilegiados para servirem, mas deviam ser obedientes a Aarão, o Sumo Sacerdote. Quão triste e confuso é quando um crente escolhe seu próprio tipo de serviço. A adoração deve vir antes do serviço.

Nm 18:8-10 É bom servir o Senhor, porém é mais importante ainda adorá-Lo. Eles tinham que "comer" a oferta pelo pecado no "lugar santo". Isto na verdade significa que deveríamos sentir profundamente e com pesar o pecado de qualquer crente. Nos esquecemos disto, talvez, censuramos e corrigimos alguém que falha, sem sentirmos o peso daquele pecado e de nossa própria falha.

Nm 18:14-19 Tanto o povo como os animais impuros precisavam ser redimidos.

Nm 18:20 A possessão de Aarão era o próprio Senhor.

Nm 18:31 Os dízimos e ofertas que eram trazidas ao Senhor eram dadas aos Levitas e eles e suas famílias deviam comê-las e desfrutar delas. Que felicidade encontrar lares onde as coisas que pertencem ao Senhor são desfrutadas em conjunto no lar e na família.

#219

Falar de comunhão com Deus enquanto vou seguindo com maus pensamentos ou atos, trará desonra ao nome de Cristo.

NÚMEROS 19

Embora você possa achar este capítulo difícil de entender a princípio, é muito importante que tentemos entendê-lo. Pois trata-se de uma figura de nossa vida como um crente hoje. Deus está nos falando aqui de qão horrível é o PECADO para Ele. Não os pecados que praticamos antes de sermos salvos, mas aqueles que praticamos depois. Você nunca será castigado por um pecado sequer que tenha cometido, pois o Senhor Jesus foi castigado por eles. Jo 13:10. Mas Deus nosso Pai sabe que os pecados que praticamos após termos sido salvos estragam nossa comunhão com Ele, e também nos tornam tristes. Eu e você precisamos aprender que Deus está falando conosco por meio desta ilustração. Deus proveu um caminho para nós. Aprendamos qual é.

Nm 19:2 A novilha ruiva (bezerra) sem uma mancha, ou defeito é uma figura de Cristo.

Nm 19:3-8 A novilha é levada fora do arraial, é morta, seu sangue trazido de volta, e aspergido 7 vezes na frente do tabernáculo (Lv 14:7); A morte ou o sangue não voltam a ser mencionados neste capítulo. Tudo é uma figura de Cristo, Sua morte fora da cidade de Jerusalém, e seu sangue derramado. Por meio deste único sacrifício nossos pecados se foram para sempre. 7 é o número perfeito.

Nm 19:9-10 Mas agora as cinzas são guardadas... uma lembrança constante da morte da novilha. Não precisamos ser salvos outra vez se nós, crentes, pecamos, mas precisamos nos lembrar do quanto custou ao Senhor Jesus levar nossos pecados. Às vezes somos descuidados a respeito das coisas que nós crentes fazemos, mas Deus não é assim. Leia o vers. 9 e veja quão similar é isso com o que José fez em Mt 27:59.

Nm 19:11-16 Eles certamente tinham que ser cuidadosos para não tocar um corpo morto. Também devemos lembrar que a amizade com o mundo estraga nossa comunhão com o Senhor.

Nm 19:17-22 As cinzas e a água são aspergidas sobre a pessoa impura. Repare que levou quatro dias para a pessoa ser restaurada a plena comunhão. Não voltamos à comunhão com a mesma rapidez com que nos afastamos dela. Possamos ter o mesmo horror ao pecado que Deus tem.

#220

Quanto mais alta nossa posição, menos será tolerado o mais leve desvio. Uma falha que poderia passar despercebida em uma posição mais baixa, seria intolerável em uma alta posição.

NÚMEROS 20, Vers. 1-13

Para refrescar sua memória do que está acontecendo a Israel. Eles se recusaram a crer que Deus era capaz de lhes dar a terra prometida, por isso Deus os enviou para o deserto até que todos os homens com mais de 20 anos (naquela ocasião) tivessem morrido.

Nm 20:1 Você se lembra de que quando eles foram tirados através do Mar Vermelho, Miriã (irmã de Moisés e Aarão) havia cantado uma canção de gozo (Êx 15:20-21). Agora ela morre... a lembrança do primeiro gozo de Israel transforma-se em tristeza. Não é exatamente o que acontece conosco? O gozo inicial da salvação logo se vai, quando somos desobedientes a Deus. Veja do capítulo 13:17 em diante, mas particularmente o versículo 26 para ver o que aconteceu 38 anos antes. Agora eles estão de volta a Cades!

Nm 20:2-5 Israel não apenas se esqueceu de seu primeiro gozo, mas se esqueceu do poder de um Deus amoroso que era capaz de cuidar de todas as suas necessidades. Leia este amargo ataque contra Moisés e Aarão.

Nm 20:6 Mais uma vez Moisés e Aarão se controlam, afastam-se em silêncio da multidão que reclama e se voltam para um SENHOR compassivo! A Pessoa certa e o lugar certo.

Nm 20:7-9 "A vara" é de Aarão (a vara de Aarão é uma figura da graça, a vara de Moisés é uma figura de poder). Moisés recebe ordens de falar à rocha. A rocha foi ferida uma vez (Êx 17). É uma figura da cruz de Cristo, (leia Hb 10:12 "um sacrifício"). Também Sl 78:15. Falar à rocha nos mostra o poder do Espírito Santo, que nos sustenta vez após outra, durante "nossa jornada no deserto" aqui na terra hoje. Era para falar, não ferir.

Nm 20:10-11 Moisés comete sérios erros. (1) Usa sua própria vara, e (2) fere a rocha duas vezes. O Senhor é gracioso!. A água flui dela, MAS...

Nm 20:12 Moisés é instruído acerca das conseqüências de seus atos... ele não guiará o povo de Deus para dentro da terra. Embora os crentes sejam, com freqüência, desobedientes à Palavra de Deus, o Senhor graciosamente oferece misericórdia, mas Ele não pode, e nem irá, recompensar a desobediência. Hoje não buscamos pela aprovação de nossos atos pelos resultados que possamos ver, mas obtemos a certeza de nossa aprovação da Palavra de Deus.

#221

A chama do testemunho queima com fulgor quando alimentada com o azeite da graça. Pv 13:9

NÚMEROS 20, v. 14-29

Nm 20:14-21 O povo de Edom era descendente de Esaú (irmão de Jacó). Você se lembra de que muito antes disso, Jacó havia enganado seu pai Isaque e usurpado a bênção de primogenitura que pertencia a Esaú (Edom) - Gn 27. Agora os descendentes desses dois homens se encontram! Israel deve sofrer por seu ato há muito praticado. Colhemos o que semeamos (Ec 3:15). Mas para encorajar você, não se esqueça, Ele também se lembra do bem (Mc 9:41).

Nm 20:22-final O capítulo começa e termina com morte. Agora Aarão. Embora Aarão não tenha tomado parte na ação, ele se associou com Moisés, e também compartilhou do desgosto do Senhor. Deus está nos dizendo que somos tidos por responsáveis por nossas associações. O filho de Aarão se torna sumo sacerdote.

#222

Não existe maior evidência de um santo de coração puro que o seu santo temor de Deus.

NÚMEROS 21

Nm 21:1-3 Israel faz um acordo com o Senhor.

Nm 21:4-9 Tudo dá certo. Mas será que o povo de Israel está contente? (1) Eles falaram contra Deus e Moisés; (2) eles questionam o por quê de terem sido libertados do Egito; (3) Falaram uma inverdade - eles tinham pão - o maná, eles tinham água - 20:11 e (4) eles repugnaram (desprezaram) o maná. O senhor envia serpentes ardentes; quando as pessoas eram mordidas, morriam. O povo confessa, "pecamos". Com que freqüência nós crentes falamos o mesmo ao Senhor, achando outras razões para culpar, menos a nós mesmos. A história toda é uma figura marcante do pecado e da salvação por meio do Senhor Jesus sendo levantado sobre a cruz (leia Jo 3:14-15). Um olhar para Cristo significa vida; (um olhar para a serpente significava cura). Jesus foi feito pecado por nós que cremos - 2 Co 5:21.

Nm 21:16 Que bondade do Senhor. Ele adora reunir as pessoas!

Nm 21:17 O resultado... eles cantam. O Senhor Jesus é nosso poço - Jo 4:14-15.

Nm 21:21-final As diferentes raças de pessoas temeram, ressentiram, odiaram e invejaram os Israelitas. Cada inimigo tinha uma dessas características. Nós crentes nos encontramos cercados por inimigos espirituais hoje. 2 Co 10:3-6 e Ef 6:10-17 deixam isto bem claro. Até outros crentes nos criticam quando falamos ou escrevemos a verdade - Gl 4:16. Mas não temamos. Repare no que o Senhor fez para Israel nestes versículos.

#223

A verdade nos torna humildes, nossas opiniões nos tornam orgulhosos.

NÚMEROS 22

Outro inimigo se opõe à aproximação de Israel em direção à terra que o Senhor havia escolhido para eles. Moabe é uma figura da corrupção religiosa. Eles estavam muito perto de Israel, logo após o Jordão. Veja em Sf 2:8-11, Ez 25:8-11.

Nm 22:1-7 Os Moabitas tinham medo dos Israelitas... eles haviam escutado do que tinha acontecido a alguns de seus vizinhos. Eles decidem contratar um homem chamado Balaão para ir amaldiçoar aqueles Israelitas. Veremos quão gracioso Deus foi para com Israel. Eles haviam falhado miseravelmente em obedecê-Lo, mas o Senhor transforma essa tentativa de amaldiçoar Israel em uma declaração de bênção!

Nm 22:8-14 Podemos achar que aquilo que Balaão fez foi certo porque ele consultou o Senhor sobre o que fazer. Mas veremos que ele estava errado. Ele sabia muito bem que devia ter dito "NÃO". Antes que você continue a ler, abra em 2 Pd 2:15 (É só pela Palavra de Deus, e não pela nossa opinião, que avaliamos o certo do errado).

Nm 22:15-17 O Rei Balaque, mais determinado que nunca a amaldiçoar Israel, agora envia homens de mais elevada posição e influência, para tentar atrair Balaão a si. Eles prometem a Balaão recompensas sem limites.

Nm 22:18-19 Palavras aparentemente nobres sobre querer saber qual era a vontade do Senhor (lembre-se do que diz 2 Pd 2:15) quando na verdade ele queria ir.

Nm 22:20-21 Deus permite que ele vá pois Deus vê sua determinação. O versículo seguinte prova isto.

Nm 22:22-35 Maravilhosa história. Fora a serpente no Éden, o único caso nas Escrituras de um animal falando. A mula salva sua vida. Balaão persiste em sua vontade própria, usando ainda aquela conversa de aparência santa.

Nm 22:36-final O Rei Balaque dá as boas vindas a Balaão com sacrifícios idólatras. Um capítulo dos mais instrutivos. Revela nosso próprio enganoso coração. Podemos professar estar querendo saber a vontade do Senhor para nós, e ainda assim persistindo em nossos caminhos.

#224

Oh, que os filhos de Deus pudessem despertar para um senso de sua VERDADEIRA E MARAVILHOSA ORIGEM (Ef 1:3), ATUAL DIGNIDADE (1 Jo 4:4) e DESTINO FUTURO!

NÚMEROS 23

Nm 23:1-4 Três visões ou mensagens que Balaão recebe do Senhor. Estes quatro versículos são a primeira. Mas em contraste com isto, lemos da conspiração desses dois homens ímpios. Tudo parecendo ser tão santo.

Nm 23:5-7 O Senhor coloca as palavras na boca de Balaão.

Nm 23:8-10 Ao invés de uma maldição, Balaão anuncia a primeira das três bênçãos. Aqui vemos o povo escolhido de Deus separado para Deus - separado, ou para usar a linguagem do Novo Testamento, "santificado" (ves. 9).

Nm 23:11-17 De volta ao complô do Rei Balaque para amaldiçoar Israel. Repare que é tentado outro lugar. Satanás usa diferentes maneiras.

Nm 23:18-24 O segundo anúncio vindo do Senhor... podemos usar outra palavra do Novo Testamento... "justificado". O modo de Deus ver Seu povo. Nenhum pecado é visto por Deus. Esta é sua posição se você é um filho de Deus.

Nm 23:25 ao final O Rei Balaque tenta outro lugar.

#225

A responsabilidade cristã é ser Cristão; ou seja, andar como Ele andou porque estamos em Cristo, por Cristo habitar em nós.

NÚMEROS 24

Nm 24:1 Isto nos ajuda a enxergar a fonte da obra de Balaão... encantamento, o que é como bruxaria. É satânico.

Nm 24:2-9 A terceira visão de Deus... como Deus enxerga Israel... a aceitação do povo diante de Deus e as bênçãos que se seguem. No vers. 2, Balaão vê o arraial de Israel em unidade e ordem, conforme as suas tribos. No versículo 5 ele enxerga o quão belo o arraial parecia, no versículo 6 ele sente as doces fragrâncias como dos jardins regados, no versículo 7 a abundância de tudo que era necessário para fazê-los confortáveis e felizes, no versículo 8 o poder de Deus para eles e com eles, e no versículo 9 a aceitação que Deus tem por eles e as bênçãos que decorrem dessa aceitação.

Nm 24:10-14 O Rei Balaque e Balaão desistem. Balaão é instruído a ir, mas antes de partir ele fala a Balaque do futuro glorioso de Israel e do que eles fariam com a nação do Rei Balaque!

Nm 24:15-19 Esta visão final é como uma explosão de luz... a promessa de uma Estrela (ela apareceu aos magos - Mt 2:1-2) e de um Cetro (uma vara simbolizando autoridade real) a vinda do Senhor Jesus Cristo como Rei para esmagar todo mal e estabelecer um reino de poder e glória.

Nm 24:20-final Balaão termina suas visões falando da destruição das diferentes nações que cercavam Israel.

#226

A oração é a atitude constante de dependência de Deus.

NÚMEROS 25

Nm 25:1-3 Israel é guardado da maldição do Rei Balaque, mas cai em outro mal - comete fornicação com as mulheres de Moabe. Mas isso levou a uma associação ainda pior... à adoração de ídolos. Leia 1 Co 10:20.

Nm 25:4-5 O Senhor ordena um horrível castigo para os homens culpados.

Nm 25:6-final Um homem fiel, Finéias, é zeloso da glória de Deus e executa rapidamente um castigo sobre a impiedade. Por isso (vers. 11-13) o Senhor lhe deu uma bênção especial. A fidelidade deste homem salvou Israel de um castigo ainda pior. Repare quantos morreram da praga que Deus enviou (vers. 9), e os dois que são especialmente mencionados, pessoas muito proeminentes. Deus não faz acepção de pessoas, sejam elas de alta ou baixa posição. Tampouco Deus permite que nos esqueçamos de que Ele odeia o pecado, pois em 1 Co 10:8 Ele nos recorda desse terrível acontecimento.

#227

Em todas as nossas petições, falhas, confissões e necessidades como indivíduos, vamos a DEUS como nosso PAI... mas em tudo o que diz respeito à conduta da igreja, vamos Àquele que é a Cabeça da igreja.

NÚMEROS 26

Deus está cuidando de nos dizer que Ele conhece e tem um registro de cada homem que atravessa o deserto. Podem existir ocasiões quando nós crentes indagamos se o Senhor realmente está prestando atenção em nós quando há tantos outros vivendo e morrendo neste mundo. Mas ele realmente conhece você pessoalmente por seu nome, e vigia você todos os dias. Tudo o que Ele nos pede para fazer é obedecê-Lo! Ele nos fará felizes e Ele ficará feliz também. Com freqüência, quão tolos somos quando não O obedecemos!

Nm 26:63-65 No início da jornada através do deserto, havia 600.000 homens, além de mulheres e crianças. Agora quando eles são contados no final da jornada, só restam 2 homens do grupo original. Todos os outros morreram no deserto e seus filhos agora cresceram. Deus os amava, e os tirou do Egito, mas por causa da incredulidade deles e de suas murmurações, perderam o gozo de entrarem na terra que mana "leite e mel". Isto não quer dizer que todos tenham ido para o inferno. Talvez existissem muitos que não tinham nenhuma fé, e só seguiam a multidão. Esses estavam realmente perdidos, mas havia muitos outros que tiveram fé, e confiaram no Senhor. Todavia por sua incredulidade e murmurações, perderam a bênção de entrarem na terra de Canaã. Josué e Calebe creram na promessa de Deus. Eles foram guardados aqueles 40 anos, para entrarem na terra.

#228

As orações na terra são incenso no céu. Ap 5:8.

NÚMEROS 27

Nm 27:1-11 Poucos tinham fé real. Havia muitos ao redor que não pareciam se importar muito com sua herança, mas havia 5 irmãs, que não tinham irmãos, que se importavam muito. (Mas hoje, Deus nos deu, a homens, mulheres, meninos e meninas, tão maravilhosas bênçãos espirituais - e uma "herança". Será que damos valor a isso?)

Nm 27:7 O Senhor promete que elas não perderiam sua herança.

Nm 27:12-13 Que notícias tristes para Moisés. Ele pode dar uma boa olhada na terra prometida, mas é dito a ele que deve morrer, e que não poderá guiar o povo para entrar na terra.

Nm 27:15-17 Que homem desapegado! Ao invés de pensar só em si mesmo, e na tristeza de estar sendo impedido de entrar na terra, ele pensa no povo de Deus, e pede ao Senhor para cuidar deles, e para escolher outro para guiá-los para que não sejam como ovelhas sem um pastor.

#229

O poder de nossas orações depende de nossa condição espiritual.

NÚMEROS 28

Nm 28:2 Repare nas palavras "meu" e "me". O próprio Deus naquilo que possa apontar para a vinda de Seu Filho amado, o Senhor Jesus. Quando o Senhor Jesus morreu na cruz, foi para que nossos pecados pudessem ser tirados. Mas é importante para nós recordarmos que havia um primeiro propósito em Sua morte, e era que Ele morresse para a glória de Deus. Esse sacrifício foi uma perfeita delícia ao coração do próprio Deus. Lembremo-nos disso, pois é muito importante. Se fossemos ler este capítulo, e o próximo, descobriríamos que a oferta pelo pecado é mencionada 13 vezes, mas as ofertas de aroma suave são mencionadas 58 vezes. Qual é a diferença? A oferta pelo pecado servem para nos lembrar do Senhor Jesus tirando nossos pecados ao levar o castigo de Deus e ao derramar o Seu sangue por nós. Mas as ofertas de aroma suave nos recordam de quão preciosa e doce aquela oferta do Senhor Jesus foi para o próprio Deus. Quanto mais você compreender isto, mais rico será seu louvor a Deus.

Nm 28:4 Cedo e à tarde devia haver aquela oferta do cordeiro. Para nós hoje trata-se de um lembrete da preciosa Pessoa do Senhor Jesus, oferecendo-Se a Deus.

#230

NÚMEROS 29

Ao orarmos em Nome de Cristo, nos aproximamos de Deus em todo o valor e autoridade daquele Nome.

NÚMEROS 29

Nm 29:1-6 A oferta queimada é uma figura dAquele perfeito que foi tamanho prazer para o coração de Deus... o Senhor Jesus que "Se ofereceu a Si mesmo imaculado a Deus" (Hb 9:14), e em Quem Deus encontrou tão perfeito prazer. É verdadeiramente maravilhoso conhecer um pouquinho do que o Senhor Jesus fez por mim, e de como Seu poderoso sacrifício tirou os meus pecados. Mas não nos esqueçamos de que Ele significa mais para Deus Seu Pai do que Ele significa para qualquer um de nós. (Leia cuidadosa e vagarosamente Jo 17:4).

Nm 29:12-40 No décimo quinto dia, eles deviam trazer uma oferta de 13 novilhos. Eles seriam uma oferta grande e cara para apresentar ao Senhor. Nos dias que se seguiam até o oitavo dia, o número de novilhos vai diminuindo até que no oitavo dia é de apenas um. Mesmo que não conheçamos tanto sobre o Senhor quanto outros conheçam, Deus tem prazer em tudo o que podemos desfrutar da beleza e amabilidade de Cristo. Não hesite em louvá-Lo e em agradecer a Ele. Ele vê o seu coração e dá grande valor aos seus pensamentos sobre Seu Filho amado. Tente se lembrar do que o Senhor Jesus fez para a glória de Deus em primeiro lugar. Então no que Ele fez para você.

#231

NÚMEROS 30

Oro pensando em minhas necessidades... adoramos pensando naquilo que temos em Deus.

Nm 30:3 Um voto é uma promessa que é feita, e aqui se refere a promessas feitas ao Senhor. Uma mulher faz uma promessa ou voto ao Senhor. Às vezes fazemos promessas que não somos capazes de cumprir. Ou talvez desejamos que nunca tivéssemos feito aquela promessa. Quando uma mulher fazia um voto, ela tinha que manter sua palavra. Não importa o quão difícil pudesse ser, ela não podia voltar atrás.

Nm 30:8 A notável provisão. Se o seu marido ou seu pai (vers. 5) escutasse ela fazer um voto e soubesse que seria muito difícil para ela guardar aquele voto, então ele poderia "desobrigá-la" daquele voto - veja os vers. 13, 14 e 15. Seu marido tinha o direito de deixá-la levar a total responsabilidade de seu voto, ou se ela não o fizesse, ele próprio deveria fazê-lo. Então ela ficava livre da responsabilidade.

Nm 30:15 "...então ele levará a iniqüidade dela." Que lição temos em tudo isso! Na crucificação de nosso Senhor Jesus, os líderes de Israel clamaram a Pilatos, "o seu sangue caia sobre nós e sobre nossos filhos." Que voto terrível! Eles disseram - sabemos o que estamos fazendo, queremos que este Homem seja entregue à morte e assumiremos toda a culpa por isso para nós mesmos e para nossos filhos. Se aquele voto permanecesse, então jamais poderia haver bênção para aquela nação. Eles seriam sempre culpados do assassinato do Senhor Jesus, e o próprio Deus não poderia abençoá-los. Mas o Senhor Jesus escutou aquele terrível voto... Ele era realmente como o marido de Israel. Embora Ele fosse o rejeitado e odiado, Ele não queria que aquele terrível voto permanecesse. Por isso Ele disse, "Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem" (Lc 23:34). Ele desobrigou-os (cancelou) aquele voto! Que amor maravilhoso! Ele queria que eles fossem abençoados e perdoados e levou a culpa sobre Si mesmo. E agora Deus está livre para abençoar Seu povo Israel, e Ele o fará após nós os crentes termos sido levados para estarmos com o Senhor.

#232

Quando vamos a Deus para adorar, nós o fazemos ocupados com Aquele que é perfeitamente aceitável a Deus.

NÚMEROS 31

Temos lido nos capítulos 22 ao 25 de como os Midianitas tentaram separar Deus de Israel usando Balaão; e não conseguiram. Então eles tentaram separar Israel de Deus levando os homens de Israel a caírem em imoralidade com as mulheres de Midiã, e conseguiram fazê-lo em parte. Balaão parecia ter escapado de qualquer castigo. Mas hoje, nos versículos 1-3 vemos afirmações interessantes. Nos versículos 1-2 o Senhor disse a Moisés, "vinga os filhos de Israel dos midianitas", mas no versículo 3 lemos que Moisés disse ao povo "vinga o Senhor de Midiã" (conforme a versão inglesa). Deste modo ambas as coisas se cumpriram!

Então no versículo 2 entendemos que Deus não iria deixar Moisés morrer sem ver essa desgraça totalmente eliminada da memória.

Nm 31:3-12 Pelo fato de Deus estar trabalhando por detrás dos bastidores, não era necessário um exército enorme, mesmo se Midiã fosse muito poderoso. Repare que Finéias, o sacerdote, acompanhou o exército! Ele era melhor do que algum grande capitão qualquer.

Nm 31:13-24 As mulheres eram a causa do pecado, portanto Moisés estava irado porque os principais não as estavam destruindo. Nada poderia ser usado por Israel que não tivesse passado pelo fogo, o juízo de Deus.

Nm 31:25-54 Quando os israelitas haviam deixado a terra do Egito anos antes, levaram com eles grande parte dos tesouros da terra. Aqui eles conservam parte para eles, e dão outra parte ao Senhor, dos despojos dos inimigos do Senhor. Quando eles se voltam a Ele em obediência, o Senhor em Sua graça traz bênção.

#233

Em quaisquer circunstâncias, em todos os lugares, em todo tempo, devemos orar. A oração é a atitude constante de dependência de Deus.

NÚMEROS 32

Nm 32:1-5 Alguns do povo de três das tribos não quiseram atravessar o Rio Jordão. Eles olharam para o bom pasto da terra do lado silvestre do rio. Parecia um bom lugar para se ficar. Por isso disseram a Moisés que não queriam cruzar o rio Jordão. Com o que isto se parece em nossa vida cristã? Este Rio Jordão é uma figura de nossa morte com Cristo na cruz. Rm 6:3-11 e Gl 2:20 nos falam isso. Somos cidadãos do céu, não da terra. Leia Cl 3:1-3. Para desfrutarmos de nossas bênçãos celestiais (Ef 1:3) agora, precisamos entender que morremos com Cristo para o pecado e para o mundo, e estamos vivos com Ele agora em nossa vida celestial. Se olharmos ao redor e dissermos "bem, este não é um lugar de todo mal, vou desfrutar dele", seríamos como essas pessoas em nosso capítulo. Agora, gaste um minuto lendo Josué 14:1-2 para ver o que eles perderam.

Nm 32:6-15 Moisés estava muito desgostoso com isso. Seus olhos estavam colocados na terra que Deus havia prometido dar ao povo.

Nm 32:16-19 Aqueles que tinham dito que não queriam cruzar o rio, prometem que irão e ajudarão o restante de seus irmãos a possuir a terra, e depois voltarão.

Nm 32:20-42 Moisés aceita isso. Quando estamos determinados a tomar nosso próprio caminho, Deus às vezes permite que o façamos. Mais tarde descobrimos os problemas que acompanham isso. Se fôssemos acompanhar a história dessas duas tribos e meia, descobriríamos que eles foram os primeiros a serem levados para o cativeiro quando o inimigo os atacou - 1 Cr 5:25, 26. Não sejamos crentes ocupados com o mundo.

#234

Em todas as nossas petições, falhas, confissões, e necessidades como indivíduos vamos a DEUS como nosso PAI... mas em tudo o que diga respeito à conduta da igreja, vamos Àquele que é a Cabeça da igreja.

NÚMEROS 33

Nm 33:1-49 A fidelidade e cuidado do Senhor cuidou que fosse mantido um registro das peregrinações de Seu povo durante mais de quarenta anos. Cada lugar que pararam ao longo do caminho é anotado. O Senhor também mantém um registro de nossa vida, e algum dia Ele irá rever isso passo a passo. E então nós O louvaremos por Sua fidelidade apesar de nossas falhas. O próprio Senhor foi com eles em todas aquelas peregrinações.

Nm 33:50-56 Após esse longo relato, eles são informados de que quando entrarem na terra, devem expulsar aqueles que viviam ali, de modo a não serem influenciados por seus ímpios caminhos. Eles foram avisados que se os deixassem permanecer, e tentassem viver entre eles, aquilo seria um contínuo problema e tribulação para eles. Isto é uma lição para nós. Estamos em jornada em direção ao céu, onde nunca mais teremos qualquer uma dessas tribulações e batalhas. Mas sabemos que tribulações são estas agora. Sabemos que precisamos trabalhar com aqueles que não amam o Senhor Jesus, e que zombam de nós se falamos bem dEle. Cuidemos de não fazer amizade com eles, mas permaneçamos separados deles. Devemos testemunhar a Eles do Senhor. Separação não significa isolamento.

#235

As orações na terra são incenso no céu. Ap 5:8

NÚMEROS 34

Nm 34:1 O Senhor diz, "quando entrardes na terra", não diz "se entrardes", pois Ele havia prometido, e iria cumprir a promessa. E a mesma mão que os trouxe para fora do Egito, e que os manteve durante aqueles 40 anos no deserto, iria também dividir para eles a terra que manava "leite e mel". Por isso lemos das fronteiras daquela terra.

Nm 34:16 Estes dois homens, Eleazar o sacerdote e Josué, devem dividir a terra prometida entre as doze tribos.

Nm 34:19-29 Devia ser posto um príncipe como responsável por cada tribo. Lembre-se de que Ele também nos prometeu uma "terra" nas alturas... nossas bênçãos não podem ser medidas por fronteiras e nem por milhas. Mesmo hoje, somos tão ricamente abençoados, e o Senhor quer que desfrutemos de tudo. A altura e a profundidade, a largura e o comprimento não podem ser medidos, Ef 3:17, 18 e 19. É tudo nosso, pois somos herdeiros de Deus e co-herdeiros com Jesus Cristo.

#236

O poder de nossas orações depende de nossa condição espiritual.

NÚMEROS 35

Nm 35:11 As cidades de refúgio eram para alguém que tivesse matado outro "por engano" - isto é, por acidente. Podemos ver do final do versículo 16, que se fosse um homicídio de fato, então o homem que o praticasse deveria ser morto. Lembre-se sempre de que o homicídio vem de Satanás - Jo 8:44.

Nm 35:25 Aquele que fugisse para a cidade de refúgio devia permanecer ali até a morte do Sumo Sacerdote, e então poderia voltar para o lugar onde a morte havia acontecido, e estaria livre. Mas nos versículos 26 e 27 vemos que se ele saísse daquela cidade antes da morte do sumo sacerdote, então poderia ser morto. Deixe-nos fazer a aplicação desta história. O Senhor Jesus amou tanto Seu culpado povo de Israel que disse, "Pai, perdoa-lhes pois não sabem o que fazem". Se o Senhor não tivesse dito isso, eles teriam sido culpados de homicídio, e não poderia haver bênção para eles para todo o sempre. Mas agora podemos dizer que eles são culpados de "homicídio não premeditado", e Deus permitiu a eles que se refugiassem entre as nações para onde foram dispersos. Eles estão voltando para a terra agora enquanto o grande Sumo Sacerdote (o Senhor Jesus) ainda está na glória, e serão punidos ali na terra por sua desobediência. Depois que o Senhor voltar para nos levar, os crentes, para junto dEle no céu, Ele introduzirá os Israelitas que crerem em sua terra e Ele aparecerá ali. (Embora este capítulo seja sobre o povo de Deus, Israel, é uma ilustração do refúgio (lugar seguro) que encontramos em nosso Senhor Jesus. Agradeçamos a Deus por isso.)

#237

Pedirmos em Nome de Cristo, é mais do que ter um direito por meio do Seu nome; é, na verdade, entrar na presença de Deus com todo o valor e autoridade daquele Nome.

NÚMEROS 36

No capítulo 27 tivemos o início da história das filhas deste homem Zelofeade. Agora vemos a conclusão. Em Israel, se uma jovem não tivesse irmãos, ela recebia a herança de seu pai. Ela devia casar-se com um homem de sua própria tribo, do contrário sua herança poderia ir para a tribo de seu marido. Deus queria que cada tribo se mantivesse distinta. (Lembremo-nos da lição que é para nós. Existe uma "herança" que deve ser avaliada e nunca, nunca abandonada. Há muitos jovens crentes que vivem para o Senhor Jesus e que dão valor à "herança" que têm nEle. Quão triste é escutarmos de crentes que têm amigos, e que até mesmo se casaram com alguém que é gentil e agradável mas que não ama o Senhor e nem se interessa pela herança celestial. Há tristezas em uma condição assim, e o Senhor nos avisa disso em 2 Co 6:14. Para o incrédulo este é apenas um livro de "números", mas para nós que conhecemos o Senhor como Salvador, é de grande encorajamento enquanto atravessamos este mundo rumo à glória. Quanto mais estivermos desfrutando do Senhor, mais entenderemos que este mundo é um deserto.

 

by Norman Berry - 1911-2001
Published by Mario Persona contato@mariopersona.com.br


 
  Prezado leitor,

Esta é apenas uma outra maneira de contar a você que Jesus veio a este mundo para salvar você. Porque Ele ama você.
Clique aqui para saber o quanto. Então, o que VOCÊ fará a respeito? Quer uma idéia? Clique aqui.

Antes que pergunte, este é um site pessoal. Não está ligado, nem pertence, a qualquer grupo religioso, igreja, denominação ou organização. Não sou pastor, padre ou qualquer coisa do gênero. Sou uma pessoa comum como você. Por ter sido um pecador perdido e ter sido encontrado e salvo pelo Senhor Jesus, esta foi a maneira que encontrei de falar dEle a todo mundo. Quer saber como fui salvo?
Clique aqui.

Ah, sim, você deve estar querendo saber se pertenço a algum tipo de igreja ou reunião Cristã, não é mesmo? Então
clique aqui para entender como creio que os Cristãos deveriam se reunir. Esta é a maneira como eu e outros estamos reunidos, ao nome de Jesus somente.

Você tem dúvidas ou comentários?
Clique aqui para enviar-me um e-mail. Se quiser saber mais sobre a história deste site, clique aqui. Se quiser aprender mais sobre a Bíblia, visite Chapter-a-Day e leia uma mensagem diária. Para enviar o endereço desta página a um amigo, use o formulário abaixo. Estou contente que esteja aqui.

Mario Persona
contato@mariopersona.com.br

Dúvidas sobre a Bíblia? Leia o blog "O que respondi".

 
  << Volta para o Índice << Volta para o Índice