Contents

[ ]

Índice

 

#149

Nunca uma coisa certa será feita de modo errado se houver sujeição ao Espírito Santo.

LEVÍTICO 1, Vers. 1-9

Vamos fazer uma revisão a fim de obter uma visão ampla dos passos que demos de um livro ao outro. Tanto no Antigo como no Novo Testamento.

Gn - Os começos, as origens, a semente no jardim.

Rm - A verdade fundamental do Cristianismo. Como Deus pode receber pecadores e ainda assim permanecer santo e verdadeiro.

Êx - A saída. A Redenção pelo sangue de um cordeiro. Libertação do poder do Egito através da água do Mar Vermelho.

At - A saída. Os crentes foram separados deste mundo pelo sangue de Cristo. O poder de Satanás contra nós foi destruído (a menos que o Senhor o permita).

Lv - No deserto, Deus disse a Moisés para construir para Ele um tabernáculo onde Deus poderia ser adorado. Ele dá instruções sobre sacrifícios, ofertas, festas e, em geral, a adoração dada a Deus pelos sacerdotes. A adoração a Deus é o primeiro motivo de sermos salvos. Os oito primeiros capítulos nos falam de diferentes sacrifícios de animais. Cada oferenda é uma figura individual da obra de Cristo na cruz (exceto a oferta de manjares).

Capítulo 1 A oferta queimada. É uma figura da cruz de Cristo, como vista por Deus. Não de Cristo morrendo por nossos pecados. Ele se entregou completamente a Deus como sacrifício - Jo 13:31-32. O animal era completamente queimado (exceto a pele 7:3). É chamado de "oferta de aroma suave". A morte de Cristo para Deus foi a delícia de Deus Pai - Fp 2:9-10.

Lv 1:3,10,14 Três diferentes tipos de animais ou pássaros podiam ser oferecidos, dependendo da riqueza da pessoa que desejava trazer a oferta. Ele não era forçado a trazê-la. Nos dias do Antigo Testamento entre os Israelitas, quanto mais fiel era um homem, mais rico ele se tornava. (Quanto mais fiel e obediente um crente é à Palavra de Deus, mais ele a compreende. Não podemos entender as escrituras por nossa inteligência - 1 Co 1:21. É só através da consciência e do coração). Rm 10:10; 2 Co 4:6.

Lv 1:1 Nada era deixado para o sacerdote decidir. Era um caso de obediência. Todo crente hoje é um sacerdote - 1 Pd 2:5. Portanto este livro é uma instrução, fisicamente para eles, espiritualmente para nós. Possamos desejar aprender os significados.

Lv 1:3-9 A primeira seção nos fala de uma pessoa que trouxe um animal grande para a oferta queimada. Uma ilustração do crente hoje que entende bem que Cristo veio morrer para Deus em primeiro lugar. Ele entende que Deus agora encontra todo o seu prazer neste Homem... Jesus. Ele pode ser um crente velho, que cresceu neste conhecimento. Este é um aspecto da morte de Cristo. Na verdade, trata-se do aspecto de Deus. Não como aquele que levou o pecado aqui, mas que morreu para a glória de Deus. Há ricas recompensas para você se chegar a entender o que significa a oferta queimada.

Lv 1:4 Deus aceita esta oferta e transfere Sua aceitação do animal para a pessoa que a oferece. O que significa para nós é que Cristo foi aceito como Homem no céu. Somos aceitos nEle - Ef 1:6.

#150

Uma assembléia reunida ao nome do Senhor é a expressão exterior da unidade do Espírito aqui na terra.

LEVÍTICO 1, Vers. 10-17

Lv 1:10-13 Uma figura de alguém que pode entender um pouco menos de Cristo como a oferta queimada. Repare um belo ponto... as mesmas palavras são ditas acerca desta oferta como foi da primeira. Compare o vers. 9 com o vers. 13. O que importa é o quanto estamos desfrutando do sacrifício de Cristo entregando-se a Si mesmo a Deus, não o quanto o entendemos. Deus fica igualmente grato com as três ofertas.

Lv 1:14-17 Uma pessoa que talvez tenha chegado recentemente ao conhecimento do Senhor como Salvador, entendendo muito pouco dos profundos significados do que Cristo é para Deus; todavia é feliz em conhecer mesmo que um pouco deste significado. Repare mais uma vez que Deus Se apraz até quando entendemos apenas um pouco desta grande verdade. O mesmo que nos versículos 9 e 13.

#151

É necessário uma condição adequada para tratar com problemas na assembléia. Quando estamos julgando o mal nos outros, nós mesmos estamos aptos a sermos levados pelo inimigo a uma condição de orgulho.

LEVÍTICO 2

Lv 2:1-3 A oferta de alimento ou "manjares" é bem diferente. Era uma oferta de comida. - geralmente de flor de farinha. Para Cristo ser um sacrifício perfeito para Deus, Ele precisou viver uma vida perfeita e sem pecado. A flor de farinha é uma figura da vida pura e uniforme de nosso bendito Senhor. O sacerdote podia tomar um punhado da farinha, derramar azeite e incenso sobre ela, e então queimá-la sobre o altar. O azeite é uma figura do Espírito Santo. O incenso, uma figura das graças, da bondade de Cristo. O Senhor Jesus "Se ofereceu a Si mesmo imaculado ("sem mancha") a Deus". Hb 9:14.

Lv 2:4-10 Uma variedade de tipo de ofertas de alimentos assados de diferentes maneiras. Cada um pode ser um aspecto diferente da vida do Senhor enquanto estava na terra. O forno pode ser uma figura dos sofrimentos intensos que Ele suportou no oculto (no forno).

Lv 2:5 Em uma frigideira. Aberta para todos poderem ver. Qualquer um que quisesse olhar poderia ter visto o bendito Senhor indo pelo país, sofrendo toda a oposição, insultos, dores entre seu povo.

Lv 2:6 Não importaria com que nível de detalhes viéssemos a olhar para a vida de Jesus nunca iríamos poder encontrar uma falta. Este bolo era quebrado em pequenos pedaços.

Lv 2:7 Na frigideira (caldeirão ou panela para cozinhar). Veja Hb 12:3. Como qualquer outro grande sofredor, Ele foi considerado pelo homem como se fosse um pecador (igual a qualquer outra pessoa) - Jo 9:24-25.

Lv 2:11 Algo que é bom esclarecer. Nenhuma oferenda aqui mencionada poderia conter qualquer fermento. O fermento é geralmente uma figura do mal (pecado). O mel é uma figura da belas coisas ou qualidades naturais das pessoas. As pessoas costumam dizer que se agirem com doçura ou bondade para com outros, isto se torna uma oferta a Deus. Aqui aprendemos que nenhum mel devia ser incluído. As coisas bonitas da vida não podem ser oferecidas a Deus como um sacrifício.

Lv 2:12-16 As primícias eram os primeiros frutos da estação que eram colhidos. Cristo é as Primícias da nova criação (Adão foi da primeira criação). 1 Co 15:23. Oferecemos Cristo a Deus, e Deus Pai fica contente quando o fazemos. É isto que é adoração.

#152

O chicote pode ser a coisa certa mas não há como se ganhar o coração por meio dele. A justiça não é o que reina entre o povo do Senhor, mas "graça pela justiça". Rm 5:21.

LEVÍTICO 3

A oferta pacífica. A terceira e última das ofertas voluntárias. Trata-se de uma figura do gozo que Cristo sentiu ao ir para a cruz para a glória de Deus. Jo 17:4. E o gozo que todos os crentes podem compartilhar uns com os outros e com Deus da perfeita obra consumada na cruz. (O gozo do filho pródigo é um exemplo da oferta pacífica). As pessoas não precisavam trazer isso. Porém agradavam a Deus ao trazê-lo. Todas as três são chamadas de ofertas de "doce aroma". Doce para Deus porque elas O faziam pensar em Seu amado Filho que viria à terra (mais de mil anos depois). A oferta pacífica era diferente, uma vez que apenas parte dela era para ser queimada sobre o altar. Ela podia ser chamada de "oferta de comunhão", pois muitas pessoas participavam comendo dela. Deus tinha a Sua parte... a gordura, uma figura da excelência interior de Cristo - vers. 16. Aprenderemos mais do capítulo 7. Encontramos três grupos, vers. 1-5; 6-11 e 12-17. Três diferentes animais para o sacrifício, representando diferentes classes de crentes hoje que se regozijam em graus variados de comunhão com outros crentes e com Deus, nos gloriosos resultados da morte de Cristo sobre a cruz. Alguns crentes regozijam grandemente - você pode ver em seus rostos - são como o primeiro grupo. Alguns crentes compreendem menos disso. São como o segundo grupo. E menos ainda o terceiro grupo. Muitas pessoas pensam que Cristo morreu apenas por nossos pecados. Os capítulos 1, 2 e 3 nos têm mostrado que Deus foi honrado e glorificado e satisfeito com a morte de Seu Filho amado.

#153

Uma queda que exija expulsão não é o início do mal em um crente; aquela pessoa não devia estar se mantendo perto de Deus.

LEVÍTICO 4

A oferta pelo pecado. É bem similar à oferta pela transgressão que vem depois. São uma figura do aspecto da morte de Cristo que é mais facilmente compreendida pelas pessoas... Sua morte por pecadores. O sacrifício pelo pecado atende nossa necessidade - 1 Pd 2:24, 2 Co 5:21. Deus não pode simplesmente perdoar pecados. Eles precisam ter sido pagos. Quando aceitamos o Senhor Jesus como nosso Salvador, recebemos perdão de pecados, mas Ele pagou a pena - morte - por nós - Ef. 1:7. Você entende a diferença entre os três primeiros capítulos e este? Em sua seqüência no tempo, as ofertas pelo pecado e pela transgressão vêm primeiro pois precisamos estar salvos primeiro, mas o que concerne a Deus (as três primeiras ofertas) vem primeiro em grau de importância do ponto de vista de Deus. Primeiro Deus deve ser honrado.

Lv 4:2 Repare também a diferença, em como esta oferta deve ser feita. Repare que estes eram pecados de ignorância. Não havia sacrifícios para pecados deliberados. Um pensamento sério - Hb 10:26. Uma pessoa que se denomina Cristão deve prestar mais atenção se estiver deliberadamente se envolvendo com o pecado sem ter sua consciência afetada. Ele (ou ela) não poderia ter qualquer segurança de ser realmente um crente. Mais uma vez o capítulo é dividido em seções.

Lv 4:3-12 Tratava-se de uma séria ofensa se o sumo sacerdote pecasse. Neste caso, e no próximo (toda a congregação), se o sangue do sacrifício não fosse introduzido no santo lugar e colocado sobre o altar do incenso, a comunhão de toda a congregação com Deus seria interrompida. Quanto mais perto uma pessoa anda com Deus, mais sério é quando peca. Deus o tem como responsável - Lc 12:48.

Lv 4:13-21 As mesmas coisas deveriam ser feitas se toda a congregação descobrisse a existência de culpa por um determinado pecado.

Lv 4:22-35 Nestes dois casos envolvendo alguém menos importante, o sangue não era introduzido no tabernáculo, mas era colocado sobre as pontas de bronze do altar que estava fora. Aquele era o lugar para a pessoa encontrar-se com Deus individualmente. Portanto, neste capítulo, aprendemos que quanto mais verdade conhecemos, mais culpados somos pelo pecado que praticamos.

#154

Somos com freqüência inclinados a confundir o instrumento com a causa.

LEVÍTICO 5

Lv 5:1-13 Leia 1 Co 15:3. Cristo é Aquele que é nossa oferta pela transgressão. Aqui temos um diferente tipo de pecado. Por exemplo, quando você está trabalhando com um grupo de pessoas cuja conversa é imoral. Você é contaminado por isso, mesmo se não estiver participando com eles. No vers. 2 lemos de se tocar um corpo morto. Trata-se de uma figura de nos tornarmos impuros pelo contato com o mundo do qual Deus diz que é imundo. Tg 4:4 e 1 Jo 2:15-17.

Lv 5:14-19 Se um erro tiver sido cometido, seja para Deus ou para uma pessoa, então Deus e aquela pessoa deve ser ressarcido pelo erro. Ao fazer isto, uma oferta pela transgressão deve ser dada ao Senhor. É bom que nós entendamos isto, pois às vezes pensamos que se fizemos algo de errado para alguém, tudo o que é preciso é resolver a questão com a pessoa pelo mal feito e só. Mas às vezes nos esquecemos que esta má atitude nos tirou da comunhão com Deus. Devemos nos reconciliar com Ele também.

#155

Hoje em dia a união é buscada através da indiferença para com a verdade... a verdade é santidade.

LEVÍTICO 6, Vers. 1-13

Lv 6:1-7 O assunto de ontem continua. Além de restaurar o dano causado a um vizinho era preciso acrescentar um quinto disso. Se aquelas pessoas deviam ser cuidadosas, quão mais cuidadosos devemos nós crentes ser! 2 Pd 3:11, 1 Pd 1:15.

Lv 6:8-13 Voltamos agora à oferta queimada. Estas "leis" descrevem como a oferta devia ser feita. Nesta oferta todo o sacrifício era queimado. Uma figura de Cristo entregando-Se completamente a Deus. Há dois pontos principais, (1) o fogo nunca devia se extinguir. Deus nunca Se esquece da obra que Cristo fez na cruz, mesmo se o Seu povo venha a dormir e a se esquecer do fogo que está aceso. (2) As cinzas sempre são um lembrete de que o fogo esteve ali. O fogo do juízo (castigo) caiu sobre nosso bendito Senhor Jesus, não deixando nada além de cinzas - a recordação de Sua morte.

#156

Quanto mais elevado o privilégio... mais feroz o conflito.

LEVÍTICO 6, Vers. 14:30

Lv 6:14-23 A lei da oferta de Manjares. Um punhado de flor de farinha devia ser tomado pelo sacerdote das mãos do ofertante. Azeite (uma figura do poder do Espírito Santo) e incenso (uma figura das graças de nosso Senhor Jesus Cristo) eram colocados sobre a farinha e tudo era queimado no altar.

Lv 6:16-18 A parte que restasse era para o sacerdote (Aarão) e seus filhos. Cristo é nosso Sumo Sacerdote, e somos como os filhos de Aarão. Naqueles dias existia uma diferença entre os sacerdotes e o povo. Hoje, todo crente no Senhor Jesus é um sacerdote (1 Pd 2:5 e 9). Não há lugar para alguém se colocar entre os crentes e Deus, como por exemplo um ministro hoje. Isso é uma negação da verdade do Cristianismo. A Bíblia deixa bem claro - 1 Tm 2:5. Rabino, sacerdote ou ministro são coisas que os homens criaram. Trata-se de uma mistura das religiões Judaica e Cristã. E você não pode misturar as duas. O próprio Senhor estava ensinando isto em Mt 9:16-17. Deus dá um dom para cada pessoa, raramente dá dois dons, mas ministros devem possuir todos os dons (Ef 4:11).

Lv 6:24-30 Quanto cuidadosos os sacerdotes precisavam ser! Será que entendemos o quão cuidadosos devemos ser acerca das pequenas coisas que fazemos? O sacerdote tinha que comer esta oferta pelo pecado. Isto fala a nós crentes de um ponto muito importante... que quando outros crentes pecam, deveríamos ficar tão preocupados por eles como se nós mesmo tivéssemos pecado.

#157

A verdade não pode viver sem luta em um mundo afastado de Deus.

LEVÍTICO 7, Vers. 1-18

Lv 7:1-10 Algumas instruções interessantes acerca das ofertas do pecado e transgressão.

Lv 7:2 Repare a primeira parte... fazer algo a outro pode não ser considerado por nós como algo muito sério, mas aqui vemos que o sacrifício necessário para isto era morto no mesmo lugar da oferta queimada. Isto nos dá uma idéia da seriedade disso aos olhos de Deus. Então o sangue tinha que ser colocado no mesmo lugar!

Lv 7:3-5 Toda a gordura devia ser oferecida a Deus. A gordura... a parte interna, a parte não vista. A beleza, a amabilidade de Cristo tem valor para Deus.

Lv 7:7 Então o sacerdote que oferecia devia ficar com o que sobrasse. Cristo é o Sacerdote que fez a expiação. Foi Sua alegria oferecer-Se a Deus.

Lv 7:11-34 As leis da oferta Pacífica. Lembre-se de que trata-se de uma das ofertas de aroma suave... o prazer de Deus pela morte de Seu Filho e Seu compartilhar desse prazer conosco. Assim temos muito que refere-se ao Senhor, parte do sacrifício que ficava com o sacerdote, e o ofertante comendo o restante junto com seus amigos que estavam limpos.

Lv 7:12-18 O sacrifício devia ser comido no mesmo dia, em circunstâncias normais; ou no caso de uma oferta voluntária, devia ser comido no dia seguinte, mas não mais tarde. Aprendemos disso que o comer do sacrifício não deve ser separado do oferecer sobre o altar. Deus não nos permitirá separar a comunhão com Ele da obra na cruz.

#158

No momento em que o poder do Espírito se vai, o poder da carne entra em ação.

LEVÍTICO 7, Vers. 19-38

Lv 7-19 "Qualquer que estiver limpo comerá dela". Naqueles dias uma pessoa era impura, por exemplo, se tivesse tocado um corpo morto. Para nós crentes isto seria uma figura de nossa amizade com pessoas mundanas (a pessoa não salva está morta) Ef 2:1-3. A comunhão com os incrédulos suja um crente - 2 Co 6:14. Mas não é para nos isolarmos deles. Em nosso versículo, a pessoa poderia comer do sacrifício com seus amigos que estivessem limpos. É fácil perceber que importa com quem temos comunhão.

Lv 7:22-27 A gordura e o sangue não deviam ser comidos. Eram somente para Deus.

Lv 7:30-34 O peito do sacrifício era para Aarão e seus filhos. O peito - uma figura do amor de Cristo. O ombro direito era para o sacerdote que tinha feito a oferta. O ombro - uma figura da força de Cristo. Amor e poder estão combinados nEle. Ele teve o Seu gozo em entregar-Se a Deus. Isto encerra o assunto das ofertas. Juntando tudo representam a perfeita, porém variada, obra de Cristo na cruz. O tempo que você gastar pensando sobre estas ofertas será ricamente recompensado. Deus não gastaria sete capítulos se o assunto não fosse importante. Nossos pecados fizeram a cruz algo necessário.

#159

A fidelidade é mais importante que ser cheio de frutos, embora uma coisa deva complementar a outra.

LEVÍTICO 8, Vers. 1-17

Um sacerdote era alguém que se colocava entre Deus e Seu povo. Nós também precisamos de alguém que se coloque entre um Deus santo e nós, pecadores. E temos Alguém assim em Cristo; 1 Tm 2:5. Ele é nosso Sumo Sacerdote no céu diante de Deus agora, Hb 4:14.

Lv 8:1-5 O capítulo de hoje nos fala da preparação de Aarão, o sumo sacerdote e seus filhos para sua obra. Cada crente é individualmente um membro do corpo de Cristo, portanto somos como os filhos de Aarão.

Lv 8:6 Primeiro, eles deviam ser lavados com água, uma figura da santificação (separação do mundo - Jo 17:17 e 19).

Lv 8:7-9 Aarão é vestido; uma figura da justiça (perfeita bondade).

Lv 8:10-11 O tabernáculo é ungido com azeite. Poder do Espírito Santo. O tabernáculo é uma pequena figura do universo que mais tarde se encherá de glória.

Lv 8:12 Aarão ungido com óleo - mas não com sangue. (Cristo não precisava da redenção).

Lv 8:13 Nós crentes associados com Cristo somos sacerdotes, aptos a nos aproximarmos de Deus.

Lv 8:14-17 A oferta pelo pecado para os sacerdotes.

#160

Tendo um lugar dentro com Deus, devo ter um lugar fora do mundo.

LEVÍTICO 8, Vers. 18-36

Lv 8:22-28 O carneiro da consagração. Aarão e seus filhos devem ser completamente para Deus. E assim é com todos os crentes hoje. (Reconhecemos o descuido que está por toda a parte entre os crentes, mas isto explica porque somos tão fracos). Orelha (o que se ouve), polegar (o que é feito), dois (onde a pessoa vai). Tudo deve ser para o Senhor. A consagração significa estar devotado a uma pessoa ou coisa. Estamos consagrados a Cristo em nossa vida?

Lv 8:33-36 Sete dias eles deviam permanecer no tabernáculo. Sete é o número completo nas escrituras. Deste modo isto nos fala de nossa total separação do mundo, e para Deus. Sérias palavras para considerarmos. Deus exige santidade de cada crente.

#161

Estar perto de Jesus, para nosso próprio bem, é a forma de conhecermos a Sua vontade.

LEVÍTICO 9

Lv 9:1-22 Este capítulo é difícil de entender. Mas se pudermos ver o que ele representa em figura, então ficará mais fácil. Se você ler os versículos 23 e 24 primeiro, verá que Moisés e Aarão saem do tabernáculo. E há grande gozo entre o povo. É uma figura do milênio. Moisés é uma figura de Cristo como Rei; Aarão, de Cristo como Sacerdote. Cristo será Rei e Sacerdote no milênio. Israel não entenderá a obra de Cristo na cruz até que venha o milênio. Leia o que eles irão perguntar no começo (Zc 13:6). Nós crentes, a igreja, estamos escondidos durante essa época (o capítulo inteiro até o versículo 22). O capítulo vai além das ofertas... a visão da cruz de Cristo ficou para trás.

#162

Em dias de trevas, quando é o estilo de uma pregação o que agrada mais, poucos comparam o que ouviram com a Palavra de Deus... a consciência não foi despertada.

LEVÍTICO 10

Lv 10:1-7 Tudo o que Deus faz é perfeito, tudo o que Deus dá ao homem para fazer é rapidamente estragado. Tão logo é dado o privilégio de irem à casa de Deus, o Tabernáculo, aos quatro filhos de Aarão, os sacerdotes, e já dois homens desobedecem. Ao invés de levarem o fogo do altar de bronze para dentro do tabernáculo, eles usaram algum outro fogo. Os dois filhos mais velhos morrem. Toda a adoração a Deus deve ter a cruz de Cristo (o altar de bronze) como sua fonte. Usar qualquer coisa de nós mesmos (como tocar música, dar dinheiro, falar de nossa vida correta) rouba a Cristo a glória que só pertence a Ele.

Lv 10:6-7 Não devia haver tristeza pelos filhos mortos, pois morreram por causa da desobediência. As pessoas que acham que isto não foi correto não estão, elas mesmas, obedecendo a Deus. Ninguém é tão sábio quanto Deus.

Lv 10:9-11 Em Números capítulo 6, lemos daqueles que se tornaram Nazireus por um determinado período de tempo. Eles se devotaram ao Senhor abandonando certas coisas. Bem, aqui vemos algumas destas coisas. O vinho produziria excitação natural. Para nós crentes hoje, significa que nada do que é natural pode ter qualquer parte na adoração a Deus. Somente a presença de Deus deve ser sentida. Há muitos que são estimulados por emoções, sentimentos, música, etc. Isso não é adoração.

Lv 10:16-20 Se o sangue da oferta pelo pecado não fosse levado para dentro do tabernáculo, então a oferta pelo pecado devia ser comida pelos sacerdotes no santo lugar. Quando alguém entre os crentes faz algo de errado, os outros crentes devem assumir aquele pecado e confessá-lo a Deus como se eles próprios tivessem pecado. Do contrário irão agir com um coração duro e orgulhoso contra aquele que errou. Acabarão se colocando como juizes sem entenderem que só a graça pôde salvá-los.

#163

Se estou verdadeiramente consciente de minha fraqueza e dependo de Deus... Ele pode me usar.

LEVÍTICO 11

Depois de os sacerdotes terem sido estabelecidos, e o tabernáculo estar funcionando, eles precisavam conhecer a diferença entre o limpo e o impuro. Nós somos sacerdotes diante de Deus. Também precisamos aprender a diferença. Vamos encontrar sete partes daqui até o capítulo 17, cada uma ensinando o que é limpo e o que é impuro de uma determinada coisa. Hoje iremos falar de comida limpa e pura. Precisamos conhecer a diferença entre o limpo e o impuro nas coisas que lemos e ouvimos. Qualquer coisa impura irá causar-nos dano.

Lv 11:2-8 Os animais que ruminavam e tinha cascos partidos eram limpos e podiam ser comidos. Os animais precisavam ter ambas características para serem considerados limpos. O descuidado que engole sem digerir lentamente, e que corre para todo lugar sem pensar, era representado pelo animal que não ruminava e não tinha casco partido.

Lv 11:9-12 Os peixes que não tivessem nadadeiras ou escamas eram impuros. As nadadeiras permitem que o peixe avance através da água. As escamas resistem aos ataques de fora.

Lv 11:13-23 Os pássaros que perambulavam pela noite, e aqueles que não podiam ser domesticados são aqui relacionados. Eles eram impuros.

Lv 11:29-45 Aqueles que rastejassem, arrastando-se pela terra eram impuros.

Lv 11:46-47 Podemos dizer que um crente que é cuidadoso com o que lê, escuta e vê, mantém-se limpo deste mundo. Deus quer o Seu povo limpo. Assim este capítulo tem uma boa instrução para nós. A Palavra de Deus é alimento limpo, leia 1 Pd 2:2, onde "racional" significa "puro".

#164

Eu cresço por meio do "puro leite espiritual [da Palavra]", quando sou ensinado pelo Espírito Santo; mas deve haver piedade e o deixar de lado de "toda a malícia, todo o engano, e fingimento, e invejas, e toda a maledicência". 1 Pd 2:1,2.

LEVÍTICO 12

A próxima coisa que deve ser mantida limpa - o corpo - um corpo puro - leia Gn 1:28. O nascimento de uma criança deveria ser um gozo e uma bênção. Mas isso foi antes da queda de Adão e Eva. Agora leia Gn 3:15 e veja o resultado do pecado que Eva cometeu. O pecado nunca fica sem castigo. O nascimento de uma criança, por causa do pecado de nossos primeiros pais, tornou agora a mulher impura - sob a lei. O Senhor Jesus levou a maldição da lei por nós, de modo que não estamos sob a lei, mas sob a graça - Gl 3:13 e 1 Co 6:18-20.

#165

A piedade de se chorar pelos pecados de outros homens... uma afeição que é verdadeiramente uma semelhança de Cristo!

LEVÍTICO 13, Vers. 1-28

Em seguida, uma pessoa pura. A lepra era encontrada em pessoas, vestes e casas. Rm 5:12 nos fala que a morte entrou no mundo pelo pecado. Portanto a lepra era como o pecado atuando na carne. Não era o médico, mas o sacerdote, o homem que podia falar a verdade acerca disso. Não era algo fácil de se detectar.

Lv 13:2 Para o crente, a pessoa que vive próxima ao Senhor, fica mais fácil detectar o pecado - Hb 5:14, 1 Co 2:14. Por isso aqui Aarão (uma figura de Cristo), ou o filho de Aarão (uma figura de um crente vivendo próximo ao Senhor) podia decidir se era ou não lepra.

Lv 13:2, 4, 6 Se a carne aparecesse, era lepra. Quando a carne (a velha natureza) está ativa em nós, o pecado está em atividade. Isso fica evidente.

Lv 13:16-17 Se o homem estivesse todo branco - era como uma pessoa hoje que confessa que não existe nada de bom nela, mas apenas pecado - então estava limpo - Rm 7:18. O mais importante para o pecador hoje é confessar a Deus.

#166

Se nos encontramos com o próprio Bendito Senhor, devemos nos encontrar com Ele nas condições adequadas à Sua presença.

LEVÍTICO 13, Vers. 24-59

Lv 13:47-59 A lepra podia estar nas vestes (o adorno). O pecado pode estar nas circunstâncias que nos cercam. Se aparecesse apenas uma mancha, as vestes deviam ser lavadas. Que coisa maravilhosa é quando um crente se mantém imaculado do mundo - Tg 1:27. Enquanto nós crentes estamos no trabalho ou na escola somos manchados pelo contato com o mundo. Se apenas escutamos as coisas, mas não nos envolvemos com elas, é como a mancha do versículo 58. Mas repare quantas vezes precisava ser lavada.

Todos estes 59 versículos deveriam marcar em nós a importância, do ponto de vista de Deus, de nos mantermos limpos. A lepra na cabeça (vers. 29-37) pode ser uma figura do pecado de pensarmos nossos próprios pensamentos - 2 Co 10:5-6.

#167

O final da história da igreja é caracterizado pela existência de muitos sistemas que o Senhor está para vomitar de Sua boca. Que eu possa, humilhado por isto, guardar a verdade nesta hora escura da noite.

LEVÍTICO 14, Vers. 1-32

Lembre-se de que a lepra, nas Escrituras, é uma figura do pecado. Não existia cura conhecida para isso. No capítulo de hoje, porém, o homem que tinha lepra era declarado limpo. Aqui está algo maravilhoso... a história que será lida agora é a história (em tipo) da morte e ressurreição de Cristo! Ninguém além de Deus poderia ter inspirado um Livro como a Bíblia.

Lv 14:1-3 O leproso está fora do arraial de Israel. Ele estava impuro. Agora ele está limpo. Mas não pode entrar... o sacerdote deve sair até ele e declará-lo limpo.

Lv 14:4 Aqui está a parte maravilhosa da história. Primeiro, dois pássaros vivos e limpos (como pardais) são trazidos ao sacerdote. Depois, 3 coisas estranhas precisam ser trazidas também... (vers. 4) (1) madeira de cedro... nas Escrituras, uma figura da força e estabilidade, (Sl 92:12), (2) carmesim... grandeza terrena e realeza de Israel. Veja em Êx 39-29 as vestes de glória e beleza do Sumo Sacerdote. (3) Hissopo... uma pequena flor que crescia abundantemente nos muros (uma figura de humildade), freqüentemente utilizada para aspergir o impuro. Êx 12:22. Estava em contraste com (1).

Lv 14:5-7 É maravilhoso vermos estes 2 pássaros como tipos do Senhor Jesus na morte e ressurreição. Um pássaro é morto, o pássaro vivo é mergulhado no sangue do pássaro morto (assim como as 3 coisas mencionadas acima). O pássaro vivo (com sangue sobre si), é solto no campo aberto. (A ressurreição de Cristo). Em Rm 4:25 você encontrará estes dois pássaros (em tipo).

Lv 14:7 O leproso é aspergido 7 vezes e assim sucede com o crente que é coberto pelo sangue de Cristo e permanece em total aceitação de Cristo diante de Deus - Hb 10:14. Isto nos dá paz com Deus.

Lv 14:7-9 O leproso foi limpo pela água e pelo sangue. Leia Jo 19:34 e 1 Jo 5:6.

Lv 4:10-32 Agora começa o longo processo de se passar pelas diferentes ofertas que são descritas nos primeiros 7 capítulos deste livro. Quando aceitamos o Senhor Jesus como nosso Salvador, somos purificados para sempre de nossos pecados. Mas agora que estamos limpos, não significa que podemos viver como antes. Agora nossa vida não pertence a nós, pois fomos comprados com o preço do sangue de Cristo. Leia o que diz após a palavra "Porque" em 1 Co 6:19-20.

A salvação depende do poder purificador do sangue de Cristo, mas a comunhão com Deus depende da obra purificadora de Cristo. Sangue e água - leia Hb 10:22.

#168

Não existe ninguém tão capaz de fortalecer seus irmãos do que alguém que tenha, ele próprio, experimentado a graça restauradora de Cristo.

LEVÍTICO 14, Vers. 33-57

Lv 14:34 É bom notar a expressão "Quando tiverdes entrado na terra", e não "se". Era uma certeza absoluta, ainda que Israel tivesse que vagar durante 40 anos pelo deserto por não terem crido nesta afirmação. (Veja Nm, capítulos 13 e 14). Estamos desfrutando de nossa vida celestial na qual já vivemos aqui na terra?

Lv 14:33-48 Lepra na casa. Era necessário uma casa pura. Vamos aplicar a "casa" a duas passagens, 1 Tm 3:15 e 2 Tm 2:20, e pensarmos nos cristãos reunidos ao nome do Senhor Jesus Cristo em uma cidade. A "casa" deve ser mantida pura de todo mal; doutrinário, eclesiástico ou moral. Como um testemunho coletivo, reunido pelo Espírito Santo para manter Sua unidade (Ef 4:3) a verdade deve ser guardada, o erro deve ser removido.

Lv 14:35-39 O proprietário da casa suspeitava de que algo estava errado. Deve ir ao sacerdote, que procede a uma cuidadosa investigação. Ele espera por 7 dias, e depois volta para ver se as condições mudaram.

Lv 14:40-42 Ele descobre que realmente existe uma praga ali, portanto ordena que certas pedras sejam removidas e as paredes raspadas. Novas pedras são colocadas no lugar. Devia-se tomar grande cuidado.

Lv 14:43-47 Se a praga voltar, a lepra é anunciada e a casa totalmente destruída. Repare para onde as pedras e outras coisas são levadas.

Lv 14:48 Mas se a praga não retornou, o sacerdote declara a casa limpa.

Lv 14:49-53 A casa necessita o mesmo tipo de limpeza que era utilizada nos versículos 4-7 para o homem que era purificado.

Tudo isso nos ensina lições espirituais. Quer seja em um indivíduo (versículos de ontem) ou coletivamente (versículos de hoje) ambos precisavam ter todo mal tirado de suas vidas! 1 Co 5 é instrutivo no Novo Testamento ao tratar do mesmo assunto. Que cada um de nós possa considerar isto de coração! Trata-se do que Deus está nos dizendo.

#169

A fé parece orgulho para aqueles que não a possuem.

LEVÍTICO 15

Agora chegamos aos bons hábitos. Deus é santo, e Ele quer que todo o Seu povo seja puro. Naqueles dias, lembre-se, eles estavam sob a lei. Hoje estamos sob a graça. Deus veio ao mundo na Pessoa de Seu amado Filho. O Senhor Jesus morreu na cruz para nos limpar, para sempre, de todos os nossos pecados. Mas agora que já recebemos a Cristo como Salvador, devemos nos manter limpos em nossa vida. A limpeza diária pela água (da Palavra de Deus) é necessária para nos manter em comunhão com nosso Pai - Ef 5:26.

#170

Se uma pessoa possui a verdade, essa pessoa sabe que a tem, apesar de não poder prová-lo por meio de palavras, mas apenas com sua vida.

LEVÍTICO 16, Vers. 1-19

Já vimos (1) Alimento puro e limpo no capítulo 11, (2) Corpos puros no capítulo 12, (3) Pessoas puras no capítulo 13, (4) Casas puras no capítulo 14, (5) Hábitos puros no capítulo 15, e hoje lemos de (6) uma adoração pura. Trata-se de uma assunto de grande importância... para Deus, e para qualquer um de nós que, com um coração puro, deseje conhecer a Sua vontade a este respeito.

Lv 16:1-2 No capítulo 10 lemos da morte dos dois filhos de Aarão por se aproximarem de Deus de um modo errado. Hoje lemos das conseqüências dessa ofensa contra Deus. Até a morte deles, Aarão podia entrar na presença de Deus no "Santo dos santos" no Tabernáculo, a qualquer tempo. AGORA NÃO. Aarão morreria se o fizesse!

Lv 16:3 Nenhuma menção é feita das oferendas de "Manjares" ou de "Paz". Só estas duas. Uma era para Deus, a outra para o povo.

Lv 16:4 Agora as vestes. Todas de branco puro, linho e santas. De quem é isto uma figura? Nenhum outro além de nosso Senhor Jesus, Deus vindo ao mundo, poderia ter sido um Homem sem mácula, puro e santo, (sua encarnação) para viver para a glória de Deus, e morrer.

Lv 16:5-10 Dois bodes para uma "oferta pelo pecado". Ele lançava sortes (deixava Deus escolher) sobre os dois bodes. "Uma pelo Senhor", e o outro para "bode emissário", para ser levado embora para o deserto. O significado disso? Uma gloriosa figura de Cristo morrendo na cruz com dois objetivos... (1) (o bode "pelo Senhor"). Ele atendeu todas as reivindicações de um Deus santo, da própria natureza de Deus. De Seu caráter e de Seu trono. E (2) (o bode emissário) atendendo perfeitamente toda a culpa do homem e tudo o que este necessitava. O lado de Deus, e o nosso lado.

Lv 16:11-14 "Por si e pela sua casa". Qual o significado? Estes quatro versículos formam uma magnífica figura de Cristo e Sua assembléia (a igreja).

Lv 16:12-13 Qual o significado? O céu está cheio com o doce e santo perfume daquele incenso precioso, que é Cristo em toda Sua doçura e graça.

Lv 16:14-15 Repare que o sangue de ambos os tipos de oferta era levado para dentro da própria presença de Deus no Propiciatório. Qual o significado disso? O Senhor Jesus disse, em Jo 17:19 que tanto Ele como os crentes estão satisfeitos. Deus está contente, e aceita isto.

Lv 16:16-19 A expiação se aplicava a todo o tabernáculo... desde o mais elevado (o interior do santuário) até o altar (fora, logo após o portão). Isto por causa da impureza do povo. Qual o significado? É tão maravilhoso para nós saber que não importa quão descuidados e fracos nós sejamos, temos uma posição perfeita para com um Deus santo. Tudo por causa da obra de Cristo... primeiro para Deus, depois para nós. Podemos assim desfrutar de uma ADORAÇÃO PURA.

#171

A única coisa que pode ser verdadeiramente uma bênção para nossos irmãos é o que de Cristo pode ser visto em nós.

LEVÍTICO 16, Vers. 20-34

Lv 16:21-22 Um bode morria como um sacrifício (vers. 8-9). O outro era chamado de bode emissário. Sobre sua cabeça, Aarão colocava ambas as mãos, e confessava sobre o bode vivo todos os pecados do povo. O bode vivo levava para o deserto todos os pecados, e nunca mais era visto. Cristo é visto em ambos os bodes. O bode morto é uma figura da morte de Cristo. O outro bode é uma figura de nossos pecados levados por Cristo, para nunca mais serem novamente lembrados por Deus.

Lv 16:23-24 A obra da expiação está terminada, de modo que Aarão é instruído a tirar aquelas vestes especiais. Qual o significado? O Senhor está agora fazendo coisas diferentes para nós no céu. A mudança de vestidos nos falaria da mudança de Seu trabalho.

Lv 16:25-28 Tudo era feito cuidadosamente e tudo nos fala da perfeição da obra de Deus.

Lv 16:29-31 O dia da expiação, no décimo dia do sétimo mês, é uma figura de quando Israel, como nação, receberá a nova aliança, quando "nascer de novo" como nação. Leia cuidadosamente Hb 10:16-22 e 8:10-13. Qual o significado? Maravilhoso para aquela nação que hoje está espalhada, confusa e frustrada.

#172

Nossa vida, como crentes, é para servir de testemunho do que cremos.

LEVÍTICO 17

Este e o próximo capítulo nos dão várias instruções de como viver uma vida santa e das coisas impuras das quais precisamos nos manter afastados.

Lv 17:2 Tanto os sacerdotes como as pessoas recebem instruções. Nós crentes somos ambas as coisas (veja 1 Pd 2:5 para a primeira classe de pessoas e vers. 11 para a segunda. Que conexão maravilhosa existe entre os ensinos do Antigo e Novo Testamento). Podemos chamar o capítulo de hoje de Adoração Pura que requer Costumes Puros.

Havia o perigo do povo vir a oferecer secretamente seus sacrifícios a demônios (vers. 7). E é muito fácil para nós voltarmos ao mundo e nos misturarmos com as práticas pagãs. Muitos dos costumes religiosos hoje começaram nas religiões que na realidade adoravam o demônio.

Lv 17:10-16 O sangue nunca devia ser comido. Vemos a seriedade disso nestes versículos. Leia Hb 9:22. O sangue de Cristo é para Deus somente. A morte de Cristo é o fundamento da adoração a Deus. Por isso o sangue aparece neste capítulo quando somos instruídos acerca da adoração pura.

#173

Quando há um afastamento da simples Palavra de Deus, os sentidos espirituais tornam-se amortecidos... o coração endurecido... a consciência entorpecida e o juízo pervertido. Segue-se a indiferença e a hostilidade.

LEVÍTICO 18

Lv 18:1-5 A terra da qual haviam saído (Egito) e a terra para a qual estavam indo (Canaã) tinham ambas maus costumes. O contraste estava em se fazer o que Deus dissera a eles que fizessem, pois Ele era o Senhor e, por conseguinte, perfeito. O vers. 5 era o glorioso motivo e resultado, se obedecessem. O mesmo para nós!

Lv 18:6 Este versículo é a chave para se entender o capítulo... não devemos misturar as intimidades do matrimônio com as relações familiares. Satanás tem levado as pessoas a fazerem essas coisas. Em 1 Co 5:1 e 3 vemos que os crentes são capazes dos mesmos males.

#174

Estamos determinados, como Cristãos, a sermos uma carta de recomendação diante do mundo.

LEVÍTICO 19

Este capítulo continua com os costumes puros, mas vai um pouco mais adiante. O capítulo de ontem falou de algumas coisas que não deveriam ser feitas.

Lv 19:5-8 Isto significa que um crente hoje não pode seguir dia após dia sem voltar para a cruz de Cristo. E podemos usar este mesmo pensamento em relação à leitura das Escrituras.

Lv 19:9-10 Amor pelo próximo é o que um crente carrega em seu coração.

Lv 19:11-37 Um crente pode aprender muitas lições para sua própria vida lendo estes versículos vagarosamente. Mas lembre-se de que estas instruções eram na realidade para pessoas sob a lei. Nós as aplicamos à vida espiritual que temos em Cristo.

#175

A glória do Senhor está muito próxima da alma do crente... na proporção que a buscamos é que a bênção pessoal será encontrada.

LEVÍTICO 20

Quando Israel entrou na terra, estavam tomando um país que estava cheio de impiedade da pior espécie. Repare que o mal religioso encabeça a lista. Nós crentes estamos em um mundo igualmente ímpio e que tem os mesmos males.

Lv 20:6 e 27 As pessoas hoje estão brincando com espíritos familiares, e não parecem entender que estão brincando com fogo. O espiritismo está se espalhando rapidamente. Em Is 47:10-15 lemos que Israel não havia prestado atenção a estes avisos e estava sendo castigado por isso. Alguns Cristãos não parecem entender que Satanás leva os crentes para longe de Deus do mesmo modo como ele o faz com incrédulos. E não estão cientes de que ele pode nos levar muito longe. Mas repare o quão longe Satanás poderia levar aquele povo. Um aviso para nós!

Lv 20:9 A desonra aos pais exigia a pena de morte! As pessoas hoje fazem piada disso (Pv 14:9).

Lv 20:23 O mundo ao nosso redor tem uma grande influência sobre nós. Devemos nos manter afastado dele o máximo que pudermos. Nossa vida deve ser um testemunho de Cristo contra o mundo.

Lv 20:24 Deus os separou do mundo para Si mesmo. Este versículo nos dá a razão pela qual deveríamos ter todas as coisas puras acerca das quais temos lido nos capítulos anteriores. Vamos nos conscientizar de que Deus só deseja bênção para nós, e nos deu instruções completas em Sua Palavra.

Lv 20:25 Precisamos conhecer o que é limpo e o que é impuro. O capítulo começa e termina com as coisas que exigiam o apedrejamento até a morte.

#176

Nosso objeto... estarmos ocupados com Cristo e seu inexaurível amor e imensurável graça.

LEVÍTICO 21

Hoje lemos de quão cuidadosos deveriam ser os sacerdotes. Você se lembra de que 1 Pd 2:5 nos diz que todo crente no Senhor Jesus é um sacerdote diante de Deus. Pare um pouco para considerar isso. Se os sacerdotes daqueles dias precisavam ser cuidadosos, quão mais cuidadosos deveríamos ser? Somos sacerdotes de Deus neste mundo mau e corrupto. Eles precisavam estar prontos para entrar na presença de Deus a qualquer momento; o mesmo precisamos nós dia após dia.

#177

Se estou defendendo a verdade, preciso vigiar meu espírito e temperamento, ou acabarei caindo no mal em outras formas.

LEVÍTICO 22

Há uma lição muito importante para aprendermos aqui. Se o sacerdote, por descuido, tivesse algo de errado com ele, não podia entrar na presença de Deus até que isso fosse corrigido. Algumas pessoas (crentes) dizem que podemos ficar muito estreitos em nossos pensamentos quanto à adoração a Deus. Mas cremos que quando temos a certeza dada pela Palavra de Deus de que Cristo está no meio, então iremos querer ser bem cuidadosos. Não será uma questão de sermos o mais descuidados que quisermos ser, mas de sermos o mais cuidadosos que devermos ser. Quando não estamos conscientes da presença do Senhor no meio, então é natural que não tenha importância o que a pessoa faz, contanto que ele seja crente. Leia este capítulo cuidadosamente e em oração.

#178

A verdade que exige fé para ser seguida encontra resistência nas afeições naturais.

LEVÍTICO 23, Vers. 1-22

Deus dá aqui instruções cuidadosas sobre as sete ocasiões quando o Seu povo deveria se reunir ao Seu redor. São camadas de "Festas", não necessariamente para comer. Se os sacerdotes deviam estar na casa de Deus, era para eles se comportarem da maneira que Ele determinava. Havia sete "festas" a cada ano. (1) o Sabath; (2) a Páscoa e a festa dos pães ázimos; (3) as primícias da colheita; (4) o Pentecoste; (5) a festa das trombetas; (6) o dia da expiação; (7) a festa dos tabernáculos. Juntas elas nos contam uma maravilhosa história. Em resumo tratam de (1) Cristo; (2) a morte de Cristo e nosso cuidado com nossa vida diária; (3) a ressurreição de Cristo; (4) a vinda do Espírito Santo ao mundo; (5) o chamado de Israel logo após o arrebatamento; (6) quando Israel será restaurado a Deus; (7) o milênio (7 é uma figura de algo completo). Deus se apraz em Cristo, e cada festa nos recorda dEle de uma maneira diferente.

Lv 23:3 (1) Seis dias da criação, e depois o descanso. Seis dias de trabalho a cada semana e depois o Sábado - o Sabath - o último dia, o dia do descanso. É uma figura de Deus encontrando o Seu descanso em Cristo. Porque a obra da primeira criação foi arruinada pelo pecado, Cristo teve que descer e completar uma nova obra. E essa obra nunca pode ser desfeita. Cristo é o Sabath de Deus.

Lv 23:4-8 (2) Estas duas são o fundamento sobre o qual repousa a primeira. A Páscoa é redenção... Êx 12. Fermento é uma figura do pecado. Cristo foi o Pão Ázimo (sem fermento) - 1 Pd 2:22. Cada crente recebeu o poder de viver para a glória de Deus em sua vida de convertido (como os 7 dias) - 2 Pd 1:3.

Lv 23:10-14 (3) As primícias da colheita. Cristo ressuscitado foi o princípio da verdadeira e grande colheita... (a igreja, nós crentes).

Lv 23:11 O "dia seguinte" (Domingo, o dia do Senhor), isto é, o dia após o Sabath (Sábado). O Senhor ressuscitou no primeiro dia da semana - Domingo.

Lv 23:12 Cristo é a oferta queimada. Capítulo 1 de Levítico e todo o Evangelho de João.

Lv 23:13 Cristo é a Oferta de Manjares. Levítico capítulo 2 e todos os evangelhos. Sua vida perfeita.

Lv 23:15-21 (4) Em seguida à festa das semanas (Dt 16:10). Eles deviam contar 7 semanas ou 49 dias a partir do Sabath. Então acrescentar um dia totalizando 50 dias. Portanto, Domingo. O dia da igreja é o primeiro dia da semana - Domingo - o dia do Senhor. Cinquenta dias após a cruz do Calvário (o Senhor Jesus esteve morto durante todo o sábado) o Espírito Santo desceu no dia de Pentecostes - Domingo, Atos 2:1.

Lv 23:17 Uma bela figura da igreja vemos aqui. Dois pães - Judeu e Gentio - Ef 2:12-18. "Dois ou três congregados em Meu nome" (Mt 18:20). (Pães fermentados - nós crentes ainda temos a velha natureza em nós).

#179

Se estou "em Cristo", sou uma nova criatura... Estou morto e ressuscitado... e tenho novos poderes e afeições.

LEVÍTICO 23, Vers. 23-44

Lv 23:23-25 (5) A festa das trombetas. O Senhor Jesus deve voltar e, como na festa, tocar a trombeta e reunir Israel de todas as partes da terra. Isso acontecerá após os crentes serem levados para o céu.

Lv 23:26-32 (6) Então vem o dia da expiação, Lv 16. Quando este dia se cumprir, Israel confessará o horrível pecado de haver crucificado seu amável Messias. Leia Zc 12:9-14.

Lv 23:33-44 Por fim, (7) a festa dos Tabernáculos será cumprida no milênio. Israel será lembrado de todas as peregrinações de seus pais no deserto. Muitas das nações ao redor de Israel irão participar do regozijo e da adoração. Leia Zc 14:16.

#180

Deus está cumprindo um propósito... o aperfeiçoamento dos santos para que possam desfrutar dEle completamente. Ele está me ensinando a julgar o eu e a me submeter a Ele.

LEVÍTICO 24

Duas partes - uma muito boa (1-9) e a outra muito ruim (10-23).

Lv 24:1-9 Repare algumas lindas palavras.

Lv 24:1 O Senhor; vers. 2 - azeite puro, luz contínua, vers. 3, testemunho (reputação); vers. 4, candelabro puro; vers. 5, flor de farinha, vers. 6, mesas puras; vers. 7, incenso puro; vers. 8, permanente; vers. 9, Santo, Santo dos Santos. Todas essas palavras falam da linda atmosfera dentro do tabernáculo (onde Deus encontrava os sacerdotes). A luz devia estar acesa o tempo todo. O pão era comido todos os Sábados por Aarão e seus filhos. Isto pode nos ensinar de que precisamos da luz de Deus a cada hora de nossa vida - Jo 12:36, 46. Precisamos nos alimentar de Cristo - o pão que desceu do céu - Jo 6:32-35.

Lv 24:10-23 Aqui está o contraste - pecado - discórdias - blasfêmia - maldição - prisão - apedrejamento até a morte - morte. Tudo isso é resultado do pecado.

Lv 24:1-9 é dentro da casa de Deus (v. 3). Os versículos 10-23 são fora. (v. 10). É bom estar em Cristo, liberto da corrupção que há no mundo.

#181

As palavras e obras de Deus são as mesmas... são elas minhas também?

LEVÍTICO 25

Os filhos de Israel ainda não estavam em sua terra prometida, mas os pensamentos de Deus estavam voltados para isso. Era algo designado por Deus para o povo de Deus. Leia Hb 4:1-11. Israel entrou na terra do seu descanso, mas acabaram estragando tudo. Cristo nos deu um descanso que nunca pode ser estragado.

Lv 25:1-7 Todo sétimo ano eles deviam deixar a terra descansar.

Lv 25:8-17 A cada cinqüenta anos, toda a terra devia ser devolvida a seus proprietários originais. Que bondade de Deus! A terra não acabaria nas mãos de alguns poucos ricos.

Lv 25:25-55 Mesmo as pessoas que ficassem pobres, e tivessem que se tornar servos de outros, eram para ser libertas no ano do jubileu. O Senhor Jesus nos libertou. Éramos escravos do pecado, mas Ele pagou o preço de nossa redenção. O Senhor possuía a terra. Ele apenas a emprestava para Israel. Tudo devia voltar para Ele no final. (A verdade de Deus nos foi emprestada para que desfrutássemos dela. É bom quando cuidamos bem dela!).

#182

É mais fácil confiar no Senhor para a eternidade do que para amanhã, pois entendemos que a eternidade está em Suas mãos, mas achamos que o amanhã nos pertence.

LEVÍTICO 26

Lv 26:1 Primeiro uma séria advertência, depois promessas de bênção pela obediência. Ele desejava muito abençoar Seu povo e fazê-los feliz. (O mesmo Ele quer fazer conosco hoje). Se eles tão somente Lhe obedecessem, Ele derramaria chuva desde o céu, a terra produziria com abundância - árvores frutíferas brotariam em abundância - a colheita duraria até o Outono (vers. 5), as vinhas ficariam tão carregadas que levaria até o tempo da semeadura para conseguirem colher tudo!

Lv 26:11-13 Deus habitaria com o Seu povo.

Lv 26:14-39 Mas que desolação haveria se não obedecessem! Se nós crentes estivermos obedecendo o Senhor, certamente estaremos experimentando gozo e paz - sim, plenitude de gozo - Jo 15:8-11. Se estivermos desobedecendo, então estaremos tristes - inquietos - insatisfeitos - sós - desapontados. Como estamos?

Lv 26:40-46 Mas Deus sempre volta para aquilo que Ele é.

#183

Deus só nos nega aquilo que nós mesmos negaríamos a nós mesmos se tivéssemos sabedoria suficiente para isso.

LEVÍTICO 27

Este capítulo nos fala de pessoas que faziam votos (promessas) a Deus. Cada uma tinha um valor diferente. Isto nos faz pensar do Senhor Jesus e do valor que foi dado a Ele. Leia Zc 11:12-13. Também Mt 27:9-10.

O Senhor Jesus é Aquele que veio ao mundo e nos redimiu (pagou por nós) com Seu sangue. Nós crentes somos dEle agora. 1 Co 6:19-20. Rm 14:7-9. Quão próximo Deus Se mantinha do Seu povo e da Sua terra. E isto é exatamente a maneira como Ele quer fazer conosco agora. Pense no fato de que este livro foi escrito cerca de 1.300 anos antes de Cristo nascer, e todas estas histórias têm significados que se cumprem nEle - alguns ainda futuros.

 

by Norman Berry - 1911-2001
Published by Mario Persona contato@mariopersona.com.br


 
  Prezado leitor,

Esta é apenas uma outra maneira de contar a você que Jesus veio a este mundo para salvar você. Porque Ele ama você.
Clique aqui para saber o quanto. Então, o que VOCÊ fará a respeito? Quer uma idéia? Clique aqui.

Antes que pergunte, este é um site pessoal. Não está ligado, nem pertence, a qualquer grupo religioso, igreja, denominação ou organização. Não sou pastor, padre ou qualquer coisa do gênero. Sou uma pessoa comum como você. Por ter sido um pecador perdido e ter sido encontrado e salvo pelo Senhor Jesus, esta foi a maneira que encontrei de falar dEle a todo mundo. Quer saber como fui salvo?
Clique aqui.

Ah, sim, você deve estar querendo saber se pertenço a algum tipo de igreja ou reunião Cristã, não é mesmo? Então
clique aqui para entender como creio que os Cristãos deveriam se reunir. Esta é a maneira como eu e outros estamos reunidos, ao nome de Jesus somente.

Você tem dúvidas ou comentários?
Clique aqui para enviar-me um e-mail. Se quiser saber mais sobre a história deste site, clique aqui. Se quiser aprender mais sobre a Bíblia, visite Chapter-a-Day e leia uma mensagem diária. Para enviar o endereço desta página a um amigo, use o formulário abaixo. Estou contente que esteja aqui.

Mario Persona
contato@mariopersona.com.br

Dúvidas sobre a Bíblia? Leia o blog "O que respondi".

 
  << Volta para o Índice << Volta para o Índice