English


Published by Mario Persona contato@mariopersona.com.br

Português  
  I Was Blind, But Now I See

I was blind but now I see - Eu era cego mas agora vejo
contato@mariopersona.com.br

Eu Era Cego, Mas Agora Vejo  
 
 
   
 
 
   
  I was born blind. It might be difficult for anyone who reads these lines to understand what it is like having never been able to see anything. I found many obstacles, and from childhood things were always difficult for me because I was blind. It was difficult to study. People who had the patience and who would take the time to teach somebody different were hard to find. To walk along the sidewalks of my town was another problem I had to face. The sidewalks had many uneven places; and often when I would take a step it would bring the surprise of a fall or bring some unexpected obstacle, such as something hitting me in the face.

Prejudice

I had to face another serious problem, one that is common to all people who are born with some sort of disability: PREJUDICE. Many people think a blind child or one who has some other physical problem, is also mentally handicapped or unable to live a normal life. But in spite of the difficulties, I went on learning to "see" with my ears, using tact and even the senses of smell and taste as a means of "seeing" what was around me.

Adolescence

Soon came adolescence and the rebellious behavior common to that age. My behavior added to my grief of being different. It was as though the time had come for me to show to myself and to everyone else that of which I was capable. By my teenage years, I was already involved with music, having already begun playing and singing whenever invited. It did not take long to find friends who would offer me a means of escape from my problems. That was how I got into the dreadful world of alcohol and drugs, smoking marijuana, smelling glue and even using cocaine. It makes me sad to remember the many times I brought shame to my parents, staggering around under the effect of alcohol or drugs and disregarding those who loved me.

Any Hope?

Each day I sunk deep into addiction and degradation. I became more and more rebellious against everything and everybody. My life, that had begun with the difficulty of the lack of light, plunged into the increasing darkness of despair. It seemed impossible to find a solution for my problems. How could I, addicted and blind, have a new beginning? How could there be any hope for a lost one like me?

Someone Died For Me!

One day a person decided to spend some time with me. He sat by my side and started talking about a solution that before had never come to my mind. That person spoke to me about Christ. He explained that all the ruin in my life was caused by the fact that I was a lost sinner. He told me God loved me and wanted to save me, not only from my life of addictions and sins but also from an eternity of torment in separation from God. Jesus had died for me. He had been nailed to a cross to save me. He knew of my grief and the problems through which I was going. He even knew what it was like to be unable to see. To prove His love, He was blindfolded and cuffed without a word of protest from Himself. He had to face the deepest darkness on the cross; and He did it all for my sake.

Twice Blind

Each word that person spoke sank deeply into my heart. The message was clear; there was hope even for someone like me. Understanding began to come over me that I was twice blind. I was unable to see the love of God - not only was I naturally blind but also I was spiritually blind. In spite of all the destruction addiction had caused in my body, I still had hopes of reaching fame, earning money, and some way achieving happiness. I was then given a passage from the Bible that shook my confidence: "For what is a man profited, if he shall gain the whole world, and lose his own soul? Or what shall a man give in exchange for his soul?"1. Even though this word shook my heart, it was still hardened. My answer to that one who so lovingly showed me the way to heaven was in a defiant tone: "I will only convert myself to Christ if God speaks in my heart."

At a Party

Tuesday, August 15, 1995. I could hear far away the noise from the ocean waves breaking on the Areia Branca beach. The happy voices and laughs from the people around me could not overlay the anguish that was taking place in my heart. I had been hired to play and sing to cheer up the people at a party; but I was sad. During an interval, sitting at the bar holding a glass of alcoholic drink in my hand, my thoughts were far from the party. I was thinking of my lack of peace and what would be my eternal destiny. The words spoken by Jesus were pursuing me. "Come unto me all ye that labor and are heavy laden, and I will give you rest. Take my yoke upon you, and learn of me for I am meek and lowly in heart and ye shall find rest unto your souls. For my yoke is easy, and my burden is light."2.

"From Now On..."

I can recall very well what happened then. It was past two o'clock in the afternoon when God spoke clearly to my heart: "Wilton, your place is not here." I made up my mind; I stood up and took the microphone I had been using to sing and cheer up the party and declared in a way all the people would listen: "From now on I am a believer in Jesus."

From Darkness Into Light

From that day I have been saved. God did a work in my heart and life, freeing me from drugs and from the depraved life I had been living. I, the one who had been twice blind before, could now see the light of heaven. The door was opened for me. I still cannot see things around me, but I can see the light that enlightens my life; and that light is Jesus. He gave me peace for my heart. He took me out of the darkness and brought me into His radiant light.

A Wife

God's dealings with me did not stop there. He had other plans for my life. Almost one year and a half after my conversion, I met a girl named Valdirene; she also had been converted to Christ. Soon I discovered I loved her. Doubt came into my mind; "Who would be interested in a blind man like me?" Well, Jesus was interested in me, even to die for me on the cross. He soon took care that my love for Valdirene was corresponded by her love to me. On July 31, 1997 we were married and have been very happy. Is there anything impossible for God?

The references are: 1Matthew 16:26; 2Matthew 11:28-30
  Nasci cego. Pode ser difícil para qualquer pessoa que leia estas linhas entender o que é nunca ter sido capaz de enxergar coisa alguma. Encontrei muitos obstáculos e desde a infância as coisas sempre foram mais difíceis por eu ser cego. Era difícil estudar. Pessoas que tivessem paciência e que gastassem seu tempo para ensinar alguém diferente eram difíceis de encontrar. Andar sozinho nas calçadas de minha cidade era outro problema que tinha que enfrentar. As calçadas tinham muitos degraus; e com frequência cada passo podia trazer a surpresa de uma queda ou algum obstáculode inesperado, como algo que me batesse no rosto.

Preconceito

Havia outro problema que eu ainda tinha que enfrentar, algo comum a todas as pessoas que nascem com alguma deficiência física: PRECONCEITO. Muitos acham que uma criança cega ou com algum outro problema físico seja também mentalmente retardada ou incapaz de levar uma vida normal. Mas apesar de todas as dificuldades, fui aprendendo a "enxergar" com os ouvidos, usando o tato e até mesmo pelos sentidos do olfato ou o paladar como meios para "ver" o que havia ao meu redor.

Adolescência

Logo veio a adolescência e o comportamento rebelde comum a esta idade. Ao meu comportamento fui somando as mágoas de ser diferente. Era como se tivesse chegado a hora de provar a mim mesmo e aos outros do que eu era capaz. Nos meus anos de adolescente eu já estava envolvido com a música, tendo até começado a tocar e cantar onde quer que fosse convidado. Não demorou para encontrar amigos que me oferecessem uma válvula de escape para meus problemas. Foi assim que ingressei no horrível mundo da bebida e das drogas, fumando maconha, cheirando cola e chegando até a consumir cocaína. Me entristece lembrar as muitas vezes em que envergonhei meus pais, cambaleando bêbado ou drogado e desrespeitando aqueles que me amavam.

Alguma Esperança?

Cada dia eu afundava mais no vício e na depravação, e me tornava cada vez mais rebelde contra tudo e contra todos. Minha vida, que tinha começado nas dificuldades da falta de luz, mergulhou nas trevas cada vez mais densas do desespero. A solução para meus problemas parecia impossível. Como poderia eu, viciado e cego, dar a volta por cima? Como poderia existir qualquer esperança para um perdido como eu?

Alguém Morreu Por Mim!

Um dia alguém resolveu gastar seu tempo comigo. Sentou-se ao meu lado e começou a falar de uma solução que nem me passava pela cabeça. Esta pessoa me falou de Cristo. Explicou que toda a ruína de minha vida era causada pelo fato de eu ser um pecador perdido. Falou-me que Deus me amava e queria me salvar, não apenas de uma vida de vícios e pecados, mas de uma eternidade de tormento separado de Deus. Jesus havia morrido por mim. Ele havia sido pregado numa cruz para me salvar. Ele conhecia a minha dor e os problemas que eu passava. Ele até sabia o que era ficar sem enxergar. Para provar o Seu amor, Ele teve Seus olhos vendados e foi esmurrado sem reclamar. Ele tinha enfrentado as mais densas trevas na cruz; e fez tudo aquilo por causa de mim.

Duplamente Cego

Cada palavra que aquela pessoa falava tocava fundo em meu coração. A mensagem era clara: havia uma esperança até para alguém como eu. Começava a entender que era duplamente cego. Eu era incapaz de enxergar o amor de Deus -não apenas era naturalmente cego como também espiritualmente cego. Apesar de toda a destruição que o vício causava em meu corpo, eu ainda esperava poder alcançar a fama, ganhar dinheiro e de algum modo conseguir a felicidade. Então uma passagem da Bíblia abalou toda essa minha confiança: "Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro, se perder a sua alma?"1 Mas apesar daquela palavra tocar meu coração, este continuava endurecido. Minha resposta àquele que com tanto amor me indicava o caminho do céu foi em tom de desafio: "Só me converterei a Cristo se Deus falar em meu coração".

Numa Festa

Terça-feira, 15 de agosto de 1995. Podia ouvir ao longe o barulho das ondas do mar quebrando na praia de Areia Branca. As vozes alegres e as risadas das pessoas ao meu redor não eram capazes de abafar a angústia que tomava conta de meu coração. Eu havia sido contratado para tocar e cantar para alegrar as pessoas numa festa, mas eu mesmo estava triste. Durante um intervalo, sentado naquele bar com um copo de bebida na mão, meus pensamentos estavam longe da festa. Pensava na falta de paz e no meu destino eterno. As palavras de Jesus me perseguiam: "Vinde a Mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e Eu vos aliviarei. Tomai sobre vós o Meu jugo, e aprendei de Mim, que Sou manso e humilde de coração; e encontrareis descanso para as vossas almas. Porque o Meu jugo é suave e o Meu fardo é leve"2.

"A Partir de Hoje..."

Posso me recordar muito bem do que aconteceu a seguir. Passava das duas horas da tarde quando Deus falou claramente em meu coração: "Wilton, seu lugar não é aqui". Tomei uma decisão; levantei-me e, pegando o microfone que tinha usado até aquele momento para cantar e animar a festa, declarei para todos ouvirem: "A partir de hoje, sou crente em Jesus!"

Das Trevas Para A Luz

A partir daquele dia estava salvo. Deus fez uma obra em meu coração e em minha vida, libertando-me das drogas e da vida depravada que havia levado até então. Eu, que havia sido duplamente cego, agora podia ver a luz do céu. A porta estava aberta para mim. Continuo sem poder enxergar as coisas ao meu redor, mas posso enxergar a luz que ilumina minha vida e essa luz é Jesus. Ele trouxe paz ao meu coração. Ele tirou-me das trevas e me levou para a Sua radiante luz.

Uma Esposa

Mas Deus não parou aí. Ele ainda tinha outros planos para minha vida. Quase um ano e meio após minha conversão, conheci uma jovem chamada Valdirene, também convertida a Cristo. Logo percebi que a amava. Dúvidas encheram minha mente; "Quem iria se interessar por um cego como eu?" Bem, Jesus se interessou a ponto de morrer na cruz por mim. Logo Ele estaria cuidando também para que meu amor por Valdirene fosse correspondido. No dia 31 de julho de 1997 nos casamos e somos muito felizes. Haverá coisa alguma impossível a Deus?

As referências são: 1Mateus 16:26; 2Mateus 11:28-30
 
         
 
Dear reader,

This is just another way to tell you that Jesus came to this world to save you. Because He loves you. Just
click here to know how much. Now, what will YOU do about this? Want an idea? Click here.

Before you ask, this is a personal site. It is not related to, nor owned by, any religious group, church, denomination or organization. I am not a pastor, priest or anything like that. I am a person just like you. Because I was a lost sinner and the Lord Jesus found me and saved me, this is the way I found to tell everybody else about Him. Do you want to know how I was saved?
Click here.

Oh, yes, you would like to know if I attend to any kind of church or Christian meetings, right? Ok,
click here to learn how I believe Christians should gather together. This is the way I and others are gathered, in the name of Jesus alone.

Do you have any question or comments?
Click here to send me an email. If you want to know more about the story of this site, click here. If you want to learn more about the Bible, visit Chapter-a-Day and read a daily message. To send this page's address to a friend, use the form below. I am happy you are here.

Mario Persona
contato@mariopersona.com.br

 

 
Prezado leitor,

Esta é apenas uma outra maneira de contar a você que Jesus veio a este mundo para salvar você. Porque Ele ama você.
Clique aqui para saber o quanto. Então, o que VOCÊ fará a respeito? Quer uma idéia? Clique aqui.

Antes que pergunte, este é um site pessoal. Não está ligado, nem pertence, a qualquer grupo religioso, igreja, denominação ou organização. Não sou pastor, padre ou qualquer coisa do gênero. Sou uma pessoa comum como você. Por ter sido um pecador perdido e ter sido encontrado e salvo pelo Senhor Jesus, esta foi a maneira que encontrei de falar dEle a todo mundo. Quer saber como fui salvo?
Clique aqui.

Ah, sim, você deve estar querendo saber se pertenço a algum tipo de igreja ou reunião Cristã, não é mesmo? Então
clique aqui para entender como creio que os Cristãos deveriam se reunir. Esta é a maneira como eu e outros estamos reunidos, ao nome de Jesus somente.

Você tem dúvidas ou comentários?
Clique aqui para enviar-me um e-mail. Se quiser saber mais sobre a história deste site, clique aqui. Se quiser aprender mais sobre a Bíblia, visite Chapter-a-Day e leia uma mensagem diária. Para enviar o endereço desta página a um amigo, use o formulário abaixo. Estou contente que esteja aqui.

Mario Persona
contato@mariopersona.com.br

Dúvidas sobre a Bíblia? Leia o blog "O que respondi".

 
 
 
  Love!
Come, He Loves You - Amor! Venha, Ele Ama Você  
 
 
   
 
 
      Dúvidas sobre a Bíblia? Leia o blog "O que respondi".